13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Tony Carreira, concerto dos 30 anos em acústico no Casino do Estoril

 

O Casino do Estoril recebeu, a 10 de Março, no Salão Preto e Prata o primeiro concerto comemorativo dos 30 anos da atividade musical de Tony Carreira.

 

Com casa cheia, Tony dá um concerto com cerca de duas horas, onde encanta as suas fãs com temas transversais ao seu percurso musical.

 

Para mais uma vez fazer a diferença na qualidade dos seus espetáculos. O artista configura o concerto num ambiente completamente acústico. Não houve em palco instrumentos musicais eletrónicos.

 

A sua banda foi composta por duas guitarras, baixo, bateria, piano, trombone, trompete, saxofone, as suas duas grandes vozes de apoio backing vocals assim como a já habitual atuação do violino em alguns temas.

 

O concerto começou com músico a solo e logo na segunda canção abriu-se o pano de palco e mostrou o que ele tinha preparado para os fãs: um palco muito bem composto, usou um jogo de luz e cortinas a condizer com os temas para tornar o ambiente ainda mais romântico. Não faltaram as velas, com um castiçal no piano e outros dois suspensos. Toda a cenografia estava perfeita para o ambiente intimista que o cantor quis transmitir.

 

As próprias mesas do público, numa fase inicial estavam iluminadas com candeeiros vermelhos a transmitir o grande Glamour habitual desta sala de espetáculos.

 

Tony Carreira, refere que os temas que mais gosta de compor e tocar, são os românticos, daí ter feito uma seleção minuciosa deste estilo de temas.

 

Com 30 anos de carreira, o cantor sente um grande à vontade com o seu público e algumas vezes consegue baralhar a sala a tentar fazer o público adivinhar o tema seguinte, mas nem sempre é fácil prever o que Tony Carreira já tem idealizado para tocar a seguir.

 

A interação entre os fãs e o músico já é conhecida pela entrega de flores ao artista durante as canções, as palmas, os braços no ar e estar de pé a dançar e aqui não foi exceção. Os habituais cartazes não estiveram presentes, mas conseguiu-se uma configuração de lenços de pano por parte de um grupo de seguidores que também tornou um cenário interessante do lado do público.

 

O cantor já é conhecido por colocar algumas das suas fãs em lágrimas, desta vez não deixou de o fazer pedindo para subir ao palco uma senhora da plateia para estar com ele num ambiente romântico que o tema “Sem ti eu não sei viver” já em si é, agora cantando e interagindo com ela sem faltar um brinde com champagne e a oferta de uma flor branca, no final ela não escondeu a lágrima de emoção. Esta fã confessou que já percorreu o país para assistir aos seus espetáculos “de Guimarães a Olhão”, e tem estado com ele nas sessões de autógrafos e fotográficas. Agora nunca iria imaginar estar em palco com Tony Carreira, a participar num tema romântico.

 

Para terminar o artista apresenta a sua banda e recebe um grande ramo de antúrios, oferta do Casino do Estoril, o qual ele muito agradece assim como também pela forma que mais uma vez aqui foi recebido. Deixa uma palavra de agradecimento a todos os fãs que marcaram presença neste espetáculo que inicia a comemoração de 30 anos de carreira. Sabe-se ainda que para este ano está previsto o lançamento de um disco comemorativo em acústico (CD/DVD), um single, como também um livro e um documentário. Não poderiam deixar de se realizar concertos em Portugal e no estrangeiro, e para terminar o ano em grande, o concerto no Altice Arena em Lisboa em Novembro, que terá duas datas (17 está oficializada e 16 foi revelada por Tony Carreira neste espetáculo, não estando ainda a bilheteira aberta para esta data).

 

À saída, e para não ser exceção, já estava formada uma fila para o momento em que os seus admiradores e fãs pudessem ter a oportunidade de interagir com Tony Carreira, para um autógrafo, uma selfie, ou mesmo uma fotografia oficial.

 

O músico teve a sequência dos seus temas muito bem definida, mas como o tempo não dá para todas as músicas que desejaria cantar, por três vezes faz arranjos em forma Medley para que não houvesse espaços por preencher:

 

·         A vida que eu escolhi

·         Medley (A sonhar contigo, Mesmo que seja mentira, Se me vais deixar)

·         O que vai ser de mim

·         O teu amor secreto

·         Como antes do adeus

·         A saudade de ti

·         Tu e eu (Pra sempre)

Solo de Violino

·         O mesmo de sempre

·         Porque é que vens

·         Tu levaste a minha vida

·         Sonhos de menino

·         Onde estiveres

·         Medley (Vagabundo, A minha velha guitarra, Sonhador, Ai destino)

·         Já que te vais

·         Sem ti eu não sei viver (com fã em palco)

·         Não te vás sem mim

·         Medley de Baladas (Esta falta de ti, Se acordo e tu não estás, Depois de ti)

(Temas Extra – Reentrada em palco)

·         A estrada e eu

·         Quem era eu sem ti

 

Texto: Vera Brás

Fotos: Pedro MF Mestre

 

 

 

 

clique na imagem para visualizar a fotorreportagem

 

 


 

domingo, 23 de setembro de 2018 – 03:11:48

Pesquisar

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...