14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Fados de Amália no Casino Estoril

 

O Casino do Estoril, comemora o centenário do nascimento de Amália Rodrigues, com um ciclo de fado em três fins de tarde, com grandes fadistas a dar voz a temas do repertório imortalizado da embaixatriz portuguesa a nível mundial nesta área da nossa cultura, o Fado. Esta série de espectáculos conta ainda com o apoio da Fundação Amália Rodrigues.

 

O ciclo iniciou-se no dia 24 de Julho pela voz de Sandra Correia, o Portal AMMA acompanhou o segundo espectáculo com a fadista Célia Leiria a 25 de Julho e a série termina dia 29 com Joana Amendoeira. Na componente musical Pedro Soares esteve na Guitarra de Fado e Pedro Amendoeira com a Guitarra Portuguesa.

 

Todos os espectáculos têm inicio pelas 18h00.

 

Ao longo de cerca de uma hora Célia Leiria passou pelos temas: Amália;  Ai Mouraria;  Não sei porque te foste embora;  Tudo isto é fado; Coimbra; Triste sina; Nem às paredes me confesso; Saudades do Brasil; Nome de Rua; Amendoa Amarga; Meu amor é marinheiro; Ai Maria; Filha das ervas e Marcha dos centenários.

 

Célia Leiria cativou o público do LougeD do Casino do Estoril, que devido às medias sanitárias em vigor pelo Covid-19 teve a configuração da sala de forma diferente do que era habitual de forma a cumprir com as novas regras, contando na mesma com o espaço bem composto de público e com o espaçamento necessário entre ele. A fadista não só cantou, mas também passou um pouco pela história dos temas que ia apresentando à sala. Interagiu com seu público passando-lhe várias vezes a voz para acompanharem em partes de temas, numa hora de espectáculo houve uma retrospecção da vida de Amália Rodrigues.

 

Célia Leiria é originária de Santarém, começou os seus primeiros passos no Fado com apenas 14 anos, mais tarde passou pelo Casino do Estoril a convite do famoso Carlos Zel, nas noites de Fado à quarta-feira, onde começou a ser mais conhecida e actualmente conta com uma carreira bem sucedida.

 

Amália Rodrigues trás nostalgia ao Casino do Estoril, pelas vezes em que brilhou no palco do Salão Preto e Prata, tanto em datas comemorativas, como em concertos próprios ou acompanhando artistas tais como Júlio Iglesias ou Tony Bennett.

 

Texto e Fotos: Pedro MF Mestre

 

clique na imagem para visualizar a fotorreportagem

 

 

Periodicidade Diária

quarta-feira, 12 de agosto de 2020 – 20:26:23

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...