13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Fado no Casino Estoril com Teresa da Câmara e Gustavo

 

Em noite de fado no Casino Estoril, agendada para a próxima Quarta-Feira, 11 de Julho, a partir das 22 horas, teresa da Câmara e Gustavo sobem ao palco do Lounge D acompanhados por Diogo Lucena Quadros e Francisco Gaspar, nas guitarras, e Luís Roquette, na viola. A entrada é livre.

 

As noites de fado prosseguem no Casino Estoril com um ciclo de actuações intimistas. São diferentes gerações de intérpretes que apresentam composições bem conhecidas do público.

 

 

Teresa da Câmara

 

Teresa da Câmara Fonseca, de 26 anos e natural de Lisboa, descobriu o fado através da sua família. Rodeada de vários géneros musicais desde a sua infância, estreou-se, aos 11 anos a cantar fado com "A moda das tranças pretas" no lançamento do livro do seu avô.

 

Com 15 anos, começou a frequentar casas de fado e é incluída no projecto "Câmara, um nome, três gerações", através do qual percorre o país com um espectáculo em família. Canta, actualmente, em diversas casas de fado em Lisboa.

 

 

Gustavo

 

Nascido em Lisboa, em 1990, Gustavo Pinto Basto começou a despertar interesse pela música desde muito jovem.Com, apenas, 7 anos de idade, iniciou aulas de piano e aos 9 anos, foi convidado para representar o Colégio Príncipe Carlos e Princesa Ana num CD alusivo aos 50 anos da instituição.Com a sua entrada no Colégio Militar aos 10 anos, integrou o Orfeão de Alunos de onde surgiram inúmeros espectáculos em que participou tocando piano, órgão, guitarra clássica e cantando. 

 

Gustavo revelou-se fadista, seguindo as pisadas de seu pai, António Pinto Basto, actuando pela primeira vez em público aos 15 anos numa casa de fados em Lisboa. Desde então, participou em inúmeros espectáculos com grandes vozes do fado como, por exemplo, Rodrigo, Vicente da Câmara, José da Câmara, Maria João Quadros, Teresa Tapadas e, claro, o seu próprio pai.

 

Gustavo Pinto Basto obteve, também, outras experiências. Participou do Musical Rock «1906 – O Nosso Grande Amor» de Pedro Madeira Rodrigues, com encenação de Matilde Trocado e Direcção Musical de Hugo Reis, que esteve em cena em Janeiro de 2012, no Teatro Tivoli de Lisboa. Mas a sua paixão e devoção é o fado, onde se espera que se revele como mais uma grande voz da canção nacional.

 

Recorde-se que, o ciclo de noites de fados continua em destaque, às Quartas-Feiras, no Lounge D do Casino Estoril. Isabelinha e Francisco Salvação Barreto actuam a 18, enquanto Carlota e Gonçalo Castelbranco serão os protagonistas no dia 25 de Julho.

 

Por imperativo legal, o acesso aos espaços do Casino Estoril é reservado a maiores de 18 anos.

 

 


 

quinta-feira, 20 de setembro de 2018 – 20:40:57

Pesquisar

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...