14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

Palestra "As Ideias Perseguidas" na Biblioteca Municipal da Amadora

 

 

No âmbito do Ciclo "Entre estações e estantes", realiza-se no Auditório da Biblioteca Municipal Fernando Piteira Santos no próximo dia 4 de maio (sábado), a partir das 18h30, a palestra "As Ideias Perseguidas", que conta com a presença de Diana Andringa, jornalista e realizadora, Ana Aranha, autora e realizadora de programas rádio, e André Gago, ator.
 
Entrada livre.
 
45 anos depois do 25 de abril continua a ser necessário recordar os tempos em que as ideias eram perseguidas pela PIDE e os tentáculos da censura alcançavam todos os domínios da informação e da criação artística, forçando muitas pessoas ao exílio ou à clandestinidade. O testemunho de quem esteve preso, de quem conhece as histórias da censura, de quem conviveu com pessoas que passaram pela prisão e pela tortura vai lembrar-nos como é preciosa a liberdade conquistada. A sessão contará com a leitura de textos emblemáticos desse período pelo ator André Gago. 
 
Biografias 
 
Diana Andringa
 
Diana Andringa nasceu em 1947, no Dundo, Lunda-Norte, Angola, vindo para Portugal em 1958. Em 1964 ingressou na Faculdade de Medicina de Lisboa, que abandonou para se dedicar ao jornalismo. Em 1968, frequentou o 1º Curso de Jornalismo criado pelo Sindicato dos Jornalistas e entrou para a Vida Mundial, de onde saíu no âmbito de uma demissão colectiva. Desempregada, foi copy-writer de publicidade, trabalho que a prisão pela PIDE, em janeiro de 1970, interrompeu. Condenada a 20 meses de prisão por apoio à causa da independência de Angola, voltou ao jornalismo. De 1978 a 2001 foi jornalista na RTP. Foi também cronista no Diário de Notícias, na RDP e no Público e fugaz directora-adjunta do Diário de Lisboa. Actualmente documentarista independente - Timor-Leste, O sonho do Crocodilo; Guiné-Bissau: As duas Faces da Guerra; Dundo, Memória colonial, Tarrafal: Memórias do Campo da Morte Lenta - regressou à Universidade, doutorando-se em Sociologia da Comunicação pelo ISCTE em 2013.
 
Ana Aranha
 
É licenciada em Ciências da Comunicação pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Ingressou em 1986 na Antena 1, onde dedicou especial atenção à história e à cultura portuguesas, traduzida em programas como O Terramoto de 1755, Portugal na I Guerra, A Guerra Civil de Espanha ou O Centenário da República.  Entre 2006 e 2011, foi responsável por À Volta dos Livros, Prémio Pró-Autor da SPA em 2011. Foi ainda autora de Retratos do Século, Vidas que Contam e de A Vida dos Sons, este em co-autoria com Iolanda Ferreira.  Para assinalar os 40 anos do 25 de Abril, fez as séries No Limite da Dor e Histórias Clandestinas das quais resultaram dois livros em co-autoria com Carlos Ademar.
 
André Gago
 
É ator, encenador e escritor (Prémio Revelação APE e Prémio PEN Club Primeira Obra). Na última década tem trabalhado o repertório poético mundial em espetáculos em colaboração com diversos músicos, tendo recentemente evoluído para a criação musical associada à poesia em espetáculos como Beat Hotel, A Flor do Lácio e Lisbon Poetry Orchestra. 
 
 
Biblioteca Municipal Fernando Piteira Santos
Av. Conde Castro Guimarães, Nº 6 – Venteira
 
 

 

Periodicidade Diária

segunda-feira, 16 de dezembro de 2019 – 07:34:13

 

 
Feliz Natal e um
 
Próspero Ano Novo
 
 
Boas Festas!
 

 

Pesquisar

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...