14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Artistas nacionais e internacionais no Festival de Sintra este fim de semana

 

Ana Quintans, Sandra Medeiros, Orquestra Jovem “Sopros de Sintra”, Pavel Gomziakov, Tatiana Samouil e Natalia Tchitch são os nomes que vão subir ao palco do 54.º Festival de Sintra este fim de semana.

 

As igrejas de Belas, no dia 13 de setembro às 21h30, e de Montelavar, dia 14 de setembro às 21h00, vão receber “Variações Goldberg de J. S. Bach” pelo trio constituído por Pavel Gomziakov, Tatiana Samouil e Natalia Tchitch, instrumentistas russos com regular atividade em Portugal através das mais importantes instituições artísticas nacionais. Mantêm carreiras individuais internacionais de enorme prestígio, antecipando-se assim momentos imperdíveis de grande intensidade e profundidade artística.

 

Escritas para o Conde Hermann Karl von Keyserling, as Variações Goldberg tornaram-se no século XX uma das obras mais tocadas e popularizadas de J.S. Bach, objeto de variadas versões e continuamente redescobertas pelas infindáveis leituras que as interpretações permitem expor. Serão tocadas em Igrejas descentralizadas, levando o Festival a novos públicos e a obra imortal de Bach a novas perceções. Considerada a mais ambiciosa obra escrita para teclado, a obra ressoa sobre as restantes devido ao seu caráter enciclopédico: “um modelo, a partir do qual todas as variações deviam ser feitas”. (Nicolaus Forkel, biógrafo de J. S. Bach, 1802)

 

No dia 15 de setembro, às 18h00, o Palácio de Queluz vai ser o palco para o concerto “Women Under Influence” com a soprano Ana Quintans e Filipe Raposo ao piano.

 

O recital da mais relevante e internacional cantora portuguesa da atualidade, Ana Quintans, será um exemplo do cruzamento de canções renascentistas com as mais contemporâneas versões de repertório urbano do século XX, em arranjos do compositor-pianista Filipe Raposo.

 

Celebrada internacionalmente pelo seu trabalho no repertório barroco e mozartiano, Ana Quintans aceitou o desafio do Festival de Sintra para conceber um programa inesperado e insólito: um cruzamento de estilos e de épocas, que a confrontará nas suas alteridades artísticas que levará a uma viagem pelo mundo íntimo do songbook feminino.

 

O Centro Cultural Olga Cadaval recebe no dia 15 de setembro, às 21h30, a Orquestra Jovem “Sopros de Sintra” com a soprano Sandra Medeiros sob direção do maestro Alberto Roque.

 

O Festival de Sintra vai acolher um projeto de formação de jovens das Bandas Filarmónicas do concelho que, em estágio intensivo de uma semana, irão preparar um programa com a soprano Sandra Medeiros, sob o tema FROM THE WORLD.

 

O projeto educativo e artístico é dirigido pelo reconhecido maestro e professor da Escola Superior de Música, Alberto Roque.

 

“Da Corte às Ruas” é o mote para a 54.ª edição do Festival Internacional de Música de Sintra, que se realiza até 1 de outubro, com orquestras, coros e artistas, com concertos em diferentes locais do concelho.

 

Da igreja aos palácios, dos salões da burguesia à ópera, a inspiração criativa apropriou-se indiscriminadamente dos estilos, que se alastraram aos teatros, bairros populares e à música doméstica. A música sempre foi parte importante do quotidiano das comunidades a que ninguém fica indiferente.

 

A 54ª edição do Festival de Sintra será a celebração da influência entre o velho mundo e o clássico e as sucessivas novas práticas sociais que acompanharam as mudanças para a modernidade.

 

Este festival é organizado pela Câmara Municipal de Sintra com o apoio da Parques de Sintra Monte da Lua.

 

Toda a programação e bilheteira em: www.festivaldesintra.pt

 

 

Periodicidade Diária

sexta-feira, 18 de outubro de 2019 – 19:32:00

Pesquisar

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...