13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Patrícia Sampaio conquista Ouro em Coimbra - Miguel Alves de Bronze

 

Os Judocas Portuguesesvoltaram a destacar-se no segundo dia da Taça da Europa de Juniores – Coimbra 2018, ao conquistarem uma Medalha de Ouro (Patrícia Sampaio) e uma de Bronze (Miguel Alves). A estes resultados, os atletas lusos juntaram 4 lugares de finalista (5º e 7º lugar).

 

Após dois dias recheados de combates emocionantes e intensos, a Taça da Europa de Juniores – Coimbra 2018 chegou ao fim. Os Melhores Jovens Judocas do Mundo defrontaram-se no Pavilhão Municipal Multidesportos Mário Mexia, emCoimbra. Portugal esteve presente com 101 Atletas (65 masculinos e 36 femininas), num total de 455 Atletas (287 masculinos e 168 femininas) em representação de 25 países.

 

Na categoria feminina -78 kg, a Medalha de Bronze do Campeonato do Mundo de Juniores 2017 - Patrícia Sampaio mostrou-se imparável, somando 4 ippons em 4 combates. Patrícia começou por eliminar a britânica Shelley Ludford já dentro do último minuto do combate. Nos quartos-de-final conseguiu derrotar a espanhola Lucia Perez Gomez em 57 segundos. Voltou a encontrar uma adversária espanhola – Claudia Santamaria Garcia na semifinal,

 

conseguindo um wazari, antes do ippon final. Na grande final defrontou a italiana Anna Fortunio, que conta com algumas medalhas em Taças da Europa de Cadetes e Juniores. A jovem portuguesa procurou atacar desde o primeiro segundo, mas só conseguiu o ippon aos 90 segundos com um Shime Waza (estrangulamento), após um excelente trabalho no chão. Com esta vitória, Patrícia Sampaio conquista a Medalha de Ouro desta Taça da Europa de Juniores – Coimbra 2018.

 

Miguel Alves (-81 kg) eliminou os seus dois primeiros oponentes, Tammar Abbud da Suécia e Ryan Van Donkelaar da Holanda, por ippon. Nos quartos-de-final cedeu frente ao russo Smitrii Kharitonov (Vice-Campeão Europeu de Cadetes em 2016). Somou mais duas vitórias por ippon nas repescagens, derrotando o israelita Guy Gurevitch e o francês Paul Livolsi. Na luta pelo pódio defrontou o holandês Coen Van Winden. O jovem luso procurou atacar e forçou o erro do seu adversário que somou o terceiro shido (penalização) aos 2 minutos e 54 segundos do combate, dando a vitória ao atleta português. Com este resultado, Miguel Alves conquista a Medalha de Bronze.

 

Na categoria -100 kg masculina, Alexandre Teodósio não entrou da melhor forma na competição, sendo derrotado na primeira eliminatória pelo russo Denis Bakanov (que viria a conquistar a Medalha de Ouro com 4 ippons em 4 combates e é vencedor de 2 Taças da Europa de Cadetes) por ippon. Alcançou a sua primeira vitória nas repescagens contra o espanhol Alejandro Calvo Garcia, conseguindo o ippon em 1 minuto e 17 segundos. Garantiu o lugar no Bloco de Finais após eliminar o seu compatriota Diogo Brites – o combate foi bastante equilibrado, indo para período de ‘ponto de ouro’ empatado com um waza-ari para cada lado, mas nessa fase Teodósio mostrou-se superior, conseguindo o segundo waza-ari e o respetivo ippon. A luta pelo Bronze revelou-se bastante equilibrada contra o russo Valeriy Endovitskiy (5º classificado no Campeonato do Mundo de Cadetes 2017). O português começou em desvantagem, mas conseguiu igualar o resultado com um waza-ari. A cinco segundos do fim foi incapaz de evitar o segundo waza-ari do russo que assim consumou a vitória. Com este resultado, Alexandre Teodósio termina num honroso 5º lugar.

 

Destaque ainda para o 7º lugar alcançado pelos atletas Cátia Rosa (+78 kg), Diogo Brites (-100 kg) e Ailton Cardoso (+100 kg).

 

A nível coletivo, a Seleção Russa conseguiu contrariar a tendência e superioridade da Seleção Espanhola no primeiro dia. Os russos somaram, no total, 4 Medalhas de Ouro, 1 de Prata e 3 de Bronze.

 

Durante os dois dias do evento, Portugal conquistou 1 Medalha de Ouro e 4 Medalhas de Bronze, alcançando ainda 2 quintos lugares e 5 sétimas posições, classificando-se no 5º lugar do Ranking dos países presentes.

 

A partir de segunda-feira, dia 19 de março, até quarta-feira, dia 21, realiza-se em Coimbra, um Estágio Internacional com equipas Juniores e Seniores do Canadá, Colômbia, Russia, Noruega, Finlândia, República Checa, Roménia, Suécia, Espanha e Portugal, contando com a Medalha de Ouro do Grand Slam de Ekaterinburg – Telma Monteiro.

 

Resultados Finais

Femininos

Uma imagem com captura de ecrã

Descrição gerada com confiança muito alta

 

Masculinos

Uma imagem com captura de ecrã

Descrição gerada com confiança muito alta

 

Medalheiro

Uma imagem com interior

Descrição gerada com confiança alta

 

Declarações:

 

Patrícia Sampaio – Vencedora da Medalha de Ouro

“Nos combates de hoje destaco o primeiro que foi muito difícil, com uma judoca com quem já combati há uns anos e perdi nessa altura, num festival olímpico da juventude. Estava um pouco receosa porque ela não tinha ranking uma vez que acabou de mudar de categoria e eu não sabia o que havia de esperar. Foi um combate muito disputado muito difícil. É aquele combate que eu estou com as pernas a tremer e que não sei o que vai acontecer. Depois fui melhorando e acabei por ganhar tudo com Ippons. Já tinha uma estrutura bem montada para a adversária seguinte que era esquerdina o que me deu muito jeito. Na final já estava a ganhar e consegui fazer um estrangulamento. Agora vou continuar a fazer Taças da Europa e tentar  subir o máximo no ranking mundial, neste momento sou número dois, e quero muito a medalha este ano no europeu porque acho que mereço e repetir ou melhorar o feito do ano passado no mundial (medalha de bronze)”.

 

Miguel Alves – Vencedor da Medalha de Bronze

“O adversário mais difícil que tive hoje foi o francês na repescagem e depois o atleta russo com quem perdi o combate, um judoca que é muito mais experiente que eu, mais forte e foi realmente superior no combate, mas penso que numa próxima vez as coisas possam ser diferentes. Os meus objetivos para este ano (fiz sempre terceiros e quintos), passam por ganhar pontos nas próximas provas europeias e mundiais para subir no ranking mundial, acho que com este resultado já entrei nos oito primeiros. Quero manter a boa forma, conquistar mais medalhas, quero ganhar ainda uma Taça da Europa e conquistar medalhas a nível europeu e mundial de juniores, este ano é o meu último ano de juniores porque tenho 19 anos”

 

Marco Morais – Treinador Nacional

“Foi um bom dia de combates para Portugal, apesar de considerar que tínhamos condições para ganhar mais medalhas. O ouro da Patrícia foi muito bom, confirmou o primeiro lugar mostrando que é uma atleta com futuro, o Miguel Alves fez uma excelente prestação numa categoria muito competitiva e o Alexandre não conseguiu, mas está no bom caminho.”

 

 

Periodicidade Diária

segunda-feira, 19 de novembro de 2018 – 11:53:15

Pesquisar

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...