14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

Notícias

Lashmanova e Tallent vencem challenge mundial. Portugueses em posições cimeiras.

Elena Lashmanova, campeã mundial, e Jared Tallent (medalha de bronze nos 50 km marcha), foram os vencedores da edição deste ano do challenge mundial da marcha atlética, instituído pela Federação Internacional de Atletismo e que culminou com a realização dos Campeonatos Mundiais de Atletismo. João Vieira, Ana Cabecinha e Inês Henriques classificaram-se nos primeiros três lugares.

 
A classificação geral apresenta nomes de 37 atletas masculinos e de 23 atletas femininos, todos eles tendo realizado, pelo menos, três competições internacionais e em lugares pontuáveis, como o regulamento obriga. As 10 provas incluídas no challenge foram realizadas nos cinco continentes e inseriram-se, por ordem de importância e consequentemente de maior valoração, nas categorias A (Campeonatos Mundiais), B (Chihuahua, Taicang, Sesto San Giovanni e Corunha), e C (Hobart, Nomi, Lugano, Rio Maior, Podebrady, Maurice, Dudince-Taça da Europa, Guatemala-Pan-americanos, e Dublin).
 
No setor masculino, o australiano Jared Tallent, medalha de bronze nos 50 km dos Mundiais, foi o mais regular nos quatro eventos em que participou, obtendo 34 pontos, sendo seguido de João Vieira (5 eventos), com 28 pontos, muito graças à sua extraordinária atuação nos 20 km dos Mundiais. Em abril vencera o Grande Prémio de Rio Maior. O eslovaco Matej Tóth (4 eventos) foi o terceiro classificado, com 26 pontos.
 
No setor feminino, incontestável vencedora a jovem atleta russa, Elena Lashmanova, campeã mundial, com 38 pontos, tendo vencido os outros dois eventos em que participou, Rio Maior e Sesto San Giovanni. Inês Henriques (6 eventos), vencedora em Chihuahua e na Corunha, registou 34 pontos, o que lhe conferiu a segunda posição no challenge, enquanto outra portuguesa, Ana Cabecinha (6 eventos), finalista nos mundiais, fecharia o pódio. Vera Santos situou-se na 11.ª posição.
 
Curiosamente, na classificação feminina, Lucie Pelantová, atleta da República Checa, mercê da regularidade competitiva nas seis provas do challenge em que participou, incluindo Rio Maior, posicionou-se na quarta posição, apesar de ter sido a última classificada (57.ª) nos mundiais. Na classificação consta ainda a mexicana Mónica Equihua, vencedora de Podebrady mas que teve, igualmente, um dia menos conseguido em Moscovo (52.ª). 
 
A IAAF, juntando as classificações do challenge e dos mundiais, distribuiu prémios monetários aos primeiros 12 do challenge, e aos primeiros 8 dos mundiais. No caso dos atletas nos pódios do challenge, coube a Lashmanova, 90.000 dólares americanos, Tallent, 50.000, João Vieira, 35.000, Tóth, 24.000, Inês Henriques, 20.000 e Ana Cabecinha, 18.000. De notar ainda a verba somada por Heffernan, 69.000 dólares.
 
Classificação final
 
Masculinos
1.º, Jared Tallent (Austrália), 34 pontos (4 provas)
2.º, João Vieira (Portugal), 28 (5)
3.º, Matej Tóth (Eslováquia), 26 (4)
4.º, Robert Heffernan (Irlanda), 20 (3)
5.º, Dane Bird-Smith (Austrália), 20 (4)
6.º, Erik Tysse (Noruega), 18 (4)
7.º, Diego Flores (México), 17 (4)
8.º, Omar Zepeda (México), 16 (3)
9.º, Omar Segura (México), 16 (4)
10.º, Isaac Palma (México), 15 (4)
11.º, Iñaki Gómez (Canadá), 15 (3)
12.º, Yusuke Suzuki (Japão), 14 (3)
13.º, Ruslan Dmytrenko (Ucrânia), 13 (3)
14.º, Grzegorz Sudol (Polónia), 13 (3)
15.º, Jakub Jelonek (Polónia), 12 (4)
16.º, Luis Fernando López (Colômbia), 11 (3)
17.º, Pedro Daniel Gómez (México), 8 (3)
18.º, Rhydian Cowley (Austrália), 6 (4)
19.º, Francisco Arcilla (Espanha), 6 (4)
20.º, Lukasz Nowak (Polónia), 6 (3)
21.º, José Leonardo Montaña (Colômbia), 5 (3)
22.º, Sérgio Vieira (Portugal), 5 (3)
23.º, Hatem Ghoula (Tunísia), 5 (4)
24.º, Rafal Augustyn (Polónia), 5 (3)
25.º, Takumi Saito (Japão), 5 (3)
26.º, Kevin Campion (França), 4 (3)
27.º, Álvaro Martín (Espanha), 4 (3)
28.º, Giorgio Rubino (Itália), 3 (3)
29.º, Jaime Quiyuch (Guatemala), 3 (5)
30.º, Ivan Trotski (Bielorrússia), 3 (3)
31.º, José Ignacio Díaz (Espanha), 3 (3)
32.º, Yerenman Salazar (Venezuela), 3 (3)
33.º, Alex Wright (Grã-Bretanha), 2 (4)
34.º, Andreas Gustafsson (Suécia), 2 (4)
35.º, Dzianis Simanovich (Bielorrússia), 2 (3)
36.º, Federico Tontodonati (Itália), 1 (4)
37.º, Jesús Ángel García (Espanha), 1 (3)
 
Femininos
1.ª, Elena Lashmanova (Rússia), 38 pontos (3 provas)
2.ª, Inês Henriques (Portugal), 34 (6)
3.ª, Ana Cabecinha (Portugal), 23 (6)
4.ª, Lucie Pelantová (República Checa), 17 (6)
5.ª, Mónica Equihua (México), 16 (5)
6.ª, Júlia Takács (Espanha), 16 (4)
7.ª, Kumi Otoshi (Japão), 13 (3)
8.ª, Yanelli Caballero (México), 13 (4)
9.ª, Elisa Rigaudo (Itália), 11 (3)
10.ª, Beatriz Pascual (Espanha), 11 (4)
11.ª, Vera Santos (Portugal), 10 (5)
12.ª, Anežka Drahotová (República Checa), 9 (3)
13.ª, Wendy Cornejo (Bolívia), 8 (3)
14.ª, Regan Lamble (Austrália), 7 (3)
15.ª, Tanya Holliday (Austrália), 6 (3)
16.ª, Jess Rothwell (Austrália), 5 (3)
17.ª, Mayra Herrera (Guatemala), 4 (3)
18.ª, Antonella Palmisano (Itália), 4 (3)
19.ª, Ainhoa Pinedo (Espanha), 4 (5)
20.ª, Katarzyna Kwoka (Polónia), 3 (3)
21.ª, Paulina Buziak (Polónia), 2 (3)
22.ª, Laura Reynolds (Irlanda), 2 (3)
23.ª, Federica Ferraro (Itália), 1 (3)
 
 
O Marchador
 

Periodicidade Diária

sexta-feira, 22 de novembro de 2019 – 08:33:48

Pesquisar

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...