13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Luís Fernandes e Carla Leite vencem Ultra Madeira 2018

 

Às quatro horas, trinta minutos e cinquenta e oito segundos da madrugada de domingo cortava a linha de meta instalada no centro do Caniçal o último atleta da prova principal da 2.a edição da Ultra Madeira, Angela Moore, uma britânica que veio à Madeira em busca do desafio.

 

O evento, organizado pela Associação de Atletismo da Região Autónoma da Madeira, teve no Farol da Ponta do Pargo o ponto de partida, às quatro horas e trinta minutos da madrugada de sábado (6/10/18), tendo juntado 169 atletas na linha de partida, maioritariamente forasteiros, dispostos a enfrentarem a travessia da ilha numa distância de cerca de 85 km e 3900 metros de desnível positivo.


O bom tempo que se fez sentir durante o período competitivo ajudou a minimizar as dificuldades associadas a este desafio, mas, mesmo assim, 31 atletas foram obrigados a desistir. Em termos competitivos, e na parte inicial da prova, noturna, ainda se assistiu a uma luta bastante interessante entre vários atletas mas, a partir do posto de controlo da Fonte do Bispo (10,3 km), o categorizado atleta Luís Fernandes (Ludens Clube de Machico) viria a assumir a liderança da prova, num claro forcing para se distanciar dos seus mais diretos adversários, garantindo, assim, uma vantagem que viria a manter-se até à linha de chegada.

 

 

Como corolário desse esforço, Luís Fernandes (LCM) sagrar-se-ia vencedor, com 9h31m31s, seguido da dupla inseparável da Associação Cultural e Desportiva do Jardim da Serra, Sílvio Freitas e Magno Sousa, ambos cronometrados com 10h17m03s.

 


No setor feminino, Carla Leite (CDEPC) triunfou confortavelmente, com 12h57m04m. Em 2.o lugar posicionou-se a atleta Cátia Fiqueli (CAFH), com 13h45m53s, ocupando o último lugar do pódio a atleta Carla Freitas (CNSV), com 14h32m57s.

 

Já durante a manhã de sábado, decorreram as provas de 30 km e 17 km, sendo que a primeira saiu do Porto da Cruz às 9h00, com 139 atletas.

 

Desde muito cedo se percebeu que o atleta Ricardo Gouveia (ADRAP) estava num patamar acima da média da concorrência, pois desde o tiro de partida imprimiu um ritmo demasiado forte para que alguém conseguisse segui-lo, vencendo inapelavelmente com 2h40m21s.

 

O seu colega de equipa, Diogo Abreu, conquistaria o lugar intermédio do pódio, com 2h57m47s, e em 3.o lugar, fruto de uma prova regular e esforçada, entraria Emanuel Freitas (APCTT), com 3h05m55s.

 

No setor feminino, Ana Viveiros (ADRAP) venceu com 3h37m18s, secundada por Marilisa Fernandes (CAFH) e Carla Caires (CDI-M), com 3h47m04s e 3h53m01s, respetivamente.

 

Na prova de 17 km, Campeonato Regional de Juniores, com saída da Portela às 11h00, compareceram 147 atletas. Américo Caldeira (CAFH), experiente atleta de estrada, venceria com 1h23m33s. Os restantes lugares do pódio foram bastante disputados, com Bruno Silva (GDE) a efetuar 1h26m12s, apenas menos 19 segundos que o 3.o lugar de Bruno Lambaz (CDCPM), com 1h26m31s.

 

Lino Viveiros (ADRAP), 19.o à geral, levaria para casa o título de campeão regional de juniores. Do lado feminino, Camila João (ACDJS), com 1h46m49s, superiorizou-se a Fátima Costa (AJS) e a Laureen Teixeira (CDI-M), que gastariam 1h58m28s e 2h03m54s, respetivamente.


No domingo, às 10h, deu-se o tiro de partida da prova mais curta, de 5 km, que ligou Machico ao Caniçal e que constituía também Campeonato Regional de Juvenis. Com 45 participantes, o destaque vai por inteiro para a excelente prestação do juvenil Eduardo Pestana (ACDJS), vencedor à geral e campeão regional de juvenis, com o tempo de 24m35s.

 

Nos restantes lugares de pódio ficariam Juvenal Faria (ACDJS) e Francisco Henriques (GDE), com 24m35s e 26m35s, respetivamente.

 

Do lado feminino, o pódio seria bem disputado, com Mónica Castanha (CDI-M) a impor-se com 41m32s sobre as suas mais diretas adversárias, Anastasia Bakunovich (IND) e Lisandra Tavares (APCTT), que fariam 41m41s e 41m53s, respetivamente, sendo que esta última seria ainda coroada campeã regional de juvenis.


Em termos globais, o evento envolveu meio milhar de participantes e cerca de três centenas de colaboradores e voluntários na organização logística das competições.

 

Após a finalização de todas as provas, a AARAM – Associação de Atletismo da Região Autónoma da Madeira, na presença de diversas entidades, patrocinadores, atletas e colaboradores, agradeceu o empenho e o apoio obtido, premiando os vencedores das diversas provas e oferecendo, ainda, um lanche convívio entre todos.

Fotos: João M. Faria

 

 

V o t o s  de  B o a s  F e s t a s

Periodicidade Diária

domingo, 9 de dezembro de 2018 – 21:54:44

Pesquisar

Reportagens fotográficas em preparação

- 61º EDP Grande Prémio de Natal

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...