Fernando Salgueiro sem sorte alguma na Rampa de Santa Marta

 

 

Uma vez mais a sorte nada quis com Fernando Salgueiro, que depois das excelente prova na Rampa da Falperra, no passado fim de semana na Rampa de Santa Marta, seria obrigado a desistir com problemas de motor.

 

Logo na warnUp1, seria o autor do 17º melhor tempo na classificação  geral, tendo feito todo o percurso  em 2.16.581, à média de 84,35 km/h, sendo o segundo classificado em termos do Campeonato Portugal Clássicos de Montanha.Já na primeira subida de treinos, o piloto do Caramulo Racing Team,  acabaria por conseguir melhorar de forma substancial, com 2.13.102, à média de 86,55 km/h.Mas seria na segunda subida de treinos, que Fernando Salgueiro  já não conseguiria  terminar a subida, sendo obrigado a encostar com problemas mecânicos.O  Ford Escort  foi rebocado para junto da sua assistencia, que tudo fizeram para recuperar, mas infelizmente sem sucesso.

 

 

Perante tal facto, nada mais restou a Fernando Salgueiro do que a desistencia, o que depois de colocar o carro no atrelado, para efectuar o regresso a casa, muito desalentado e aborrecido com tudo isto dizia-nos “ francamente não entendo o que se passa com o carro, na Falperra esteve impecável,e agora em Santa Marta surge isto.Não sei o que se passa,o que sei é que a equipa tentou recuperar o carro, mas tal não foi possivel, e agora nada mais resta do que regressar a casa, bastante triste com tudo isto.Sei que uma pessoa tem de “encaixar “ situações destas, mas vendo bem, no espaço  de dois anos jà “encaixei” três situações destas, o que é muito.Agora iremos ver esta semana o que se poderá fazer para colocar  o Ford Escort pronto para a prova seguinte, que é a rampa da Serra da Estrela”, disse-nos o piloto do Caramulo Racing Team.

 

Fotos : Dário Teles

 

 

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...