14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Domingos Fernandes no pódio na Rampa de Santa Marta

 

 

Domingos Fernandes ao volante do seu já conhecido Autobianchi A 112, subiu ao pódio no passado fim de semana em mais uma jornada do Campeonato Portugal de Montanha JC Group , que teve lugar na rampa de Santa Marta, numa prova organizada pelo Clube Automóvel da Régua.

 

A correr “quase em casa”, já que Domingos Fernandes reside em Armamar, logo na subida da warmup 1, faria um tempo de  2.57.504, sendo o 34º mais rápido na classificação geral, e segundo na Taça de Portugal Clássicos de Montanha, tudo isto com uma velocidade média de 64,89 km/h.

 

Já na primeira subida de treinos, Domingos Fernandes acabaria por conseguir melhorar de forma substancial ao rubricar um crono de 2.54.754 à média de  65,92 km/h, sendo o 33º melhor classificado na geral, e de novo o segundo em termos de Taça de Portugal Clássicos de Montanha.Na segunda subida de treinos o piloto do Autobianchi não consegue melhorar, fazendo nesta subida o tempo de 2.57.328 à média de 64,96 km/h, sendo o 35º melhor tempo à geral e de novo o segundo na Taça de Portugal Clássicos de Montanha.

 

Para encerrar o primeiro dia da rampa de Santa Marta, faltava apenas a 1ª subida oficial, onde Domingos Fernandes faria um crono de 3.00.211, à média de 63,92 km/h, sendo o 33º melhor tempo na classificação geral, e de novo o segundo classificado na Taça de Portugal de Clássicos de Montanha.

 

Depois duma noite de descanso para os pilotos  e máquinas logo no domingo de manha na subida da warmup 2, Domingos Fernandes ao volante do seu inconfundivel Autobianchi A 112, faria um tempo de 2.58.253, à média de 64,92 km/h, sendo o 31º mais ´rapido na classificação geral, passando a liderança na Taça de Portugal de Clássicos de Montanha.Já na derradeira subida de treinos, Domingos Fernandes acabaria por conseguir melhorar o tempo anterior com 2.56.196 à média de 65,38 km/h, sendo o 32ª classificado à geral, e de novo o segundo na Taça de Portugal de Clássicos de Montanha.

 

Faltando apenas as duas subidas oficiais de prova, , assim na segunda subida de prova, o piloto de Armamar faria um tempo de  2.56.198à média de 65,38 km/h, correspondendo ao 34º melhor tempo na classificação geral, e o segundo em termos de Taça de Portugal Clássicos de Montanha.

 

Para a derradeira subida oficial de prova, Domingos  Fernandes acabaria por ser autor dum “tempo canhão”, fazendo o percurso da Rampa de Santa Marta em 2.54.220, à média de 66,12 km/h, sendo o 34º mais rápido na classificação geral, e de novo o segundo na Taça de Portugal Clássicos de Montanha.

 

 

Depois de ter subido ao podio para receber os prémios, Domingos Fernandes fez-nos um resumo desta prova dizendo “ correu bem, sem problemas com o carro, fomos evoluindo aos poucos, tive uma ou outra quebra, sem grandes diferenças, mas nesta ultima subida foi mesmo feita com “a faca nos dentes”, mas correu bem, fui ao podio, pontuei para a Taça, que mais poderia querer.Agora vou para uma semana de férias, e depois há logo que pensar na prova seguintes.Ah…. já me esquecia, este foi mais um, excelente fim de semana em que estive com os amigos, num convivio são, diverti-me e é isso que interessa levar desta vida, e destes momentos”, terminou.

 

CLASSIFICAÇÃO TAÇA PORTUGAL CLÁSSICOS MONTANHA

 

1º José Pedro Figueiredo – Datsun 1200

2º DOMINGOS FERNANDES – AUTOBIANCHI A 112

 

Fotos de Dário Teles

 

 

Periodicidade Diária

terça-feira, 22 de outubro de 2019 – 03:53:19

Pesquisar

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...