13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Carlos Sainz vence etapa maratona de Uyuni e assume o comando do Dakar

 

Após o Dia de Descanso em La Paz, as equipas embarcaram num dos maiores desafios de todo o Rali Dakar: a primeira secção de 425 km da Etapa Maratona, sem assistência durante dois dias. Ex-vencedor do Dakar, Carlos Sainz lidera agora à Geral com mais de uma hora de vantagem sobre o seu colega de equipa Stéphane Peterhansel, que teve problemas e caiu para a terceira posição da Classificação Geral. Todas as formações da PEUGEOT arrancaram para a segunda secção da Etapa Maratona, tendo feito, elas próprias, a assistência aos seus carros durante a noite no bivouac, em Uyuni.

  •  

  • Carlos Sainz e Lucas Cruz rubricaram a sua segunda vitória numa Etapa para a PEUGEOT, este ano, ascendendo ao comando da Classificação Geral: é a terceira das quatro formações da PEUGEOT a conseguir tal feito num dado momento no decorrer da prova. A dupla espanhola não teve quaisquer problemas, tendo vencido a Etapa com uma margem de 12 minutos, e instalando-se no comando com uma vantagem de 1h11m29s.


  • Para Stephane Peterhansel e Jean-Paul Cottret, o problema começou quando ultrapassavam uma moto ao km 186. No meio de tanta poeira, não viram uma pedra, e acabaram por partir um amortecedor e um triângulo de suspensão, o que os imobilizou de imediato. Graças à ajuda de Cyril Despres/David Castera, conseguiram voltar à prova após cerca de uma hora e 45 minutos de reparações. Apesar deste enorme contratempo, Petterhansel e Cottret mantêm-se no pódio provisório, a apenas nove minutos do segundo lugar.


  • Quanto a Despres/Castera, cumpriram na perfeição a sua missão de ‘anjos da guarda’, tendo ido em socorro dos seus colegas de equipa. Ajudaram a equipa imobilizada a reparar o seu PEUGEOT 3008DKR Maxi, perdendo, eles próprios, mais tempo em todo o processo, mas tornando possível que o ‘Mr. Dakar’ prosseguisse em prova num rali que ele tem como ‘seu’.

 

CLASSIFICAÇÃO DA ETAPA 7:

1. Carlos Sainz (ESP) / Lucas Cruz (ESP), PEUGEOT 3008 DKR Maxi, 4h49m26s

2. Giniel de Villiers (ZAF) / Dirk von Zitzewitz (ZAF), Toyota 4WD, +12m05s

3. Nasser Al Attiyah (QAT) / Matthieu Baumel (FRA), Toyota 4WD, +14m19s

4. Jakub Przygonski (POL) / Tom Colsoul (BEL), Mini 4WD, +20m56s

5. Matin Prokop (CZE) / Jan Tomanek (CZE), Ford 4WD, +23m57s

...

8. Sheikh Khalid Al Qassimi (ARE) / Xavier Pensari (FRA), PEUGEOT 3008DKR, +39m30s

...

20. Stéphane Peterhansel (FRA) / Jean-Paul Cottret (FRA), PEUGEOT 3008DKR Maxi, +1h47m56s

...

34. Cyril Despres (FRA) / David Castera (FRA), PEUGEOT 3008DKR Maxi, + A anunciar

...

 

CLASSIFICAÇÃO APÓS A ETAPA 7

1. Carlos Sainz (ESP) / Lucas Cruz (ESP), PEUGEOT 3008 DKR Maxi, 21h41m38s

2. Nasser Al Attiyah (QAT) / Matthieu Baumel (FRA), Toyota 4WD, +1h11m29s

3. Stéphane Peterhansel (FRA) / Jean-Paul Cottret (FRA), PEUGEOT 3008DKR Maxi, +1h20m46s

4. Giniel de Villiers (ZAF) / Dirk von Zitzewitz (ZAF), Toyota 4WD, +1h20m54s

5. Bernhard Ten Brinke (NLD) / Michel Perin (FRA), Toyota 4WD, +1h25m04s

8. Sheikh Khalid Al Qassimi (ARE) / Xavier Pensari (FRA), PEUGEOT 3008DKR, +2h41m26s

40. Cyril Despres (FRA) / David Castera (FRA), PEUGEOT 3008DKR Maxi, +A anunciar


EM DIRECTO DO BIVOUAC…

 

Bruno Famin, Diretor da PEUGEOT Sport, Diretor do Team PEUGEOT Total

“Já tinha dito que ainda podia acontecer muita coisa, e nesta Etapa tivémos a prova! É uma pena que o Stéphane tenha perdido quase duas horas, mas estamos conscientes de que ainda vai haver muitas mudanças nesta corrida, antes da chegada à meta, em Córdoba. Estamos no primeiro e terceiro lugares, mas ainda nem vanos a meio. A nossa estratégia é a mesma: viver um dia de cada vez."

 

 

Carlos Sainz (PEUGEOT 3008DKR Maxi n°303)

1º na Etapa 7, 1º na Classificação Geral

“Na verdade, a Etapa, no seu conjunto, foi bastante difícil. No início, foi muito complicado, com muita condução fora de pista, depois ficou um pouco mais fácil e, felizmente, não tivémos problemas. Não estou a pensar no comando da prova. Nesta altura, é tudo uma questão de sobrevivência, ainda há um longo caminho a percorrer. Claro que as coisas estão um pouco diferentes agora, mas temos mesmo de nos concentrar e viver um dia de cada vez.”

 


Stéphane Peterhansel (PEUGEOT 3008DKR Maxi n°300)

20º na Etapa 7, 3º na Classificação Geral

“Não sei bem porquê, mas sai um pouco da pista e não vi uma pedra; apenas senti o impacto. Destruiu toda a secção traseira do carro: amortecedores, suspensão, transmissão, tudo. Tivémos muito trabalho durante a noite: o carro já não está o que era. Tirámos algunas peças do carro do Cyril e deixámo-lo lá; gastámos cerca de 1h50m a reparar o carro. Não sofremos danos físicos e sentimo-nos bem, mas a nossa moral ficou abalada. Mas continuo a sorrir; afinal de contas, a minha carreira não está aqui em risco.”

 


Cyril Despres (PEUGEOT 3008DKR Maxi n°308)

34º na Etapa 7, 40º na Classificação Geral

"Vimos o Stéphane e o Jean-Paul ao km186. A traseira do carro deles estava totalmente desfeita. Parámos e fizémos o melhor que podíamos para os ajudar na mecânica, para voltarem rapidamente à prova.  Depois, também nós tivémos de esperar pelo camião de assistência para voltar à prova. Tivémos de fazer um check-up à noite. A próxima Etapa também é longa e difíciI."

 

SABIA QUE…

Quando a Peugeot venceu com Stephane Peterhansel/Jean-Paul Cottret em 2016 com o 2008 DKR, foi a primeira vitória de um carro de duas rodas motrizes no Dakar desde 2000, sendo que o 2008 DKR foi também o primeiro carro de duas rodas motrizes  inscrito pela Peugeot no rali.


A SEGUIR…

 

ETAPA 8 (domingo, 14 de janeiro): UYUNI > TUPIZA. 584 km, dos quais 498 cronometrados

A segunda parte da Etapa Maratona, entre Uyuni e Tupiza, constitui a segunda maior Etapa do rali, com uma extensão de 498 km. Provavelmete, será também uma das mais difíceis, com as equipas a terem de navegar por difíceis dunas de areia a uma altitude de 3.500 m acima do nível do mar.

 

 

Periodicidade Diária

terça-feira, 16 de julho de 2019 – 02:26:42

Pesquisar

Vamos ajudar a Oksana

Maryna Sribnyak
IBAN: PT50 0035 0614 0000 9327 930 65
SWIFT: CGDIPTPL
clicar na imagem para saber mais

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...