13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Nuno Matos discute liderança na Baja de Loulé

 

 

Piloto termina primeiro dia no pódio
Troços muito exigentes para a mecânica

 

Nuno Matos e Pedro Marcão começaram em grande plano a Baja de Loulé, segunda ronda do Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno, ao terminarem o primeiro dia nos lugares do pódio. A equipa ocupa o terceiro posto da geral.

 

Foi um bom começo. Tentámos imprimir sempre um ritmo rápido e consistente, mas sem cometer excessos, para evitar erros”, comentou Nuno Matos.

 

Toada que permitiu à dupla ascender ao terceiro lugar, após os 82,26 quilómetros ao cronómetro do SS1. “A prova é bastante dura, com traçados que nos obrigam a variações repentinas de ritmo que exigem muito das mecânicas. Há troços que fizeram parte do Rali de Portugal e onde se anda muito depressa mesmo. Mas também encontramos partes bastante encadeadas, que nos obrigam a travagens muito no limite.

 

 

Situações a que Nuno Matos e Pedro Marcão se tem que adaptar com o novo FIAT Fullback Proto, dado ser apenas o segundo evento ao volante da nova máquina: “Estamos ainda a aprender o carro e esta prova tem características bastante diferentes da Baja TT do Pinhal, que vencemos, e que nos obrigam a uma atenção redobrada. No geral, o FIAT esteve sempre bem, apenas nos últimos 20 quilómetros fomos obrigados a baixar um pouco o ritmo, porque os travões começaram a perder eficácia. Mas nada de grave.

 

O primeiro contacto com os troços algarvios deu-se com o sexto lugar nos 8,22 quilómetros do Prólogo, ainda durante esta manhã. “Desde 2016 que não faço esta prova e é natural haverem novidades. Uma delas foram os reconhecimentos. Em vez de fazermos o Prólogo de moto, foi-nos dado um vídeo pela organização para o reconhecermos, algo a que não estamos habituados, e acabámos por ser mais cautelosos na abordagem inicial”, explicou o campeão nacional de 2016.

 

O dia terminou com a equipa num sólido terceiro lugar, e a menos de dois minutos da liderança. Uma excelente posição para amanhã, quando os concorrentes têm ainda pela frente cerca de 200 quilómetros ao cronómetro, divididos por dois setores seletivos. Está por isso tudo em aberto.

 

O objetivo é sair de Loulé na frente do campeonato, e terminar o dia de hoje entre os mais rápidos é motivador e deixa-nos com boas perspetivas para amanhã”, frisou Nuno Matos. “Este é mais um resultado que nos deixa muito orgulhosos. Obrigado a todos os que nos acompanham neste desafio”, finalizou o Campeão Nacional de Todo-o-Terreno de 2016.

 

Principais Títulos

Campeão Nacional de Todo-o-Terreno T1 – 2016

Vencedor Taça FIA de Bajas - 2010

Campeão Nacional de Todo-o-Terreno T2 – 2009

Campeão Nacional de Todo-o-Terreno T8 – 2007 e 2008

 

 

Periodicidade Diária

quinta-feira, 18 de abril de 2019 – 22:57:19

Pesquisar

Vamos ajudar a Oksana

Maryna Sribnyak
IBAN: PT50 0035 0614 0000 9327 930 65
SWIFT: CGDIPTPL
clicar na imagem para saber mais

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...