12 anos ao serviço do Desporto em Portugal

Notícias

“Lutar pelo pódio está ao nosso alcance” - Entrevista a José Pedro Faria

 

 

No ano de estreia em pista do novo KIA Cee’d TCR, e que marca igualmente a sua estreia na classe TCR, o piloto apoiado pelo Município de Amarante, Grupo ADI, Instituto Português do Atlântico Sul, Grupo Consolidar e Validar, Estrada Real, Crédito Agrícola e Vianas S.A., faz um balanço da época até ao momento e fala dos objetivos até ao final de 2017.
 
Depois da jornada de Vila Real, que teve um fim antecipado devido a um acidente grave, como é que está a decorrer a recuperação?
José Pedro Faria: Neste momento já estou totalmente recuperado do pé e tornozelo esquerdos. Estive algo dorido durante uns dias, mas rapidamente retomei a minha preparação física. Após uma semana, já estava novamente a fazer jogging e outros exercícios.
 
E quanto ao KIA Cee’d TCR, que sofreu danos significativos nesse acidente?
JPF: O carro já está em fase final de reconstrução, depois de ter sido totalmente desmontado, já que a própria coque ficou afetada nesse acidente.
 
Que balanço faz da temporada até ao momento?
JPF: Tem sido um processo de crescimento global. Desde o início do projeto sabíamos que não ia ser tarefa fácil, já que a juntar à juventude do carro havia a questão de eu próprio me adaptar a um estilo totalmente novo de pilotagem. Depois de anos a pilotar monolugares e protótipos, tive de me ajustar a uma realidade diferente, a um carro de Turismo, de tração dianteira, com motor turbo. Por isso, nas três jornadas disputadas até ao momento, os resultados até foram melhores do que esperávamos, ainda tivesse faltado alguma sorte para concretizar o andamento em pontos.
 
E o KIA Cee’d TCR, apesar da sua juventude, tem correspondido às expetativas?
JPF: O KIA tem evoluído muito desde o começo da temporada, e tenho que agradecer aos técnicos da CRM Motorsport pela sua dedicação, já que têm sido incansáveis na identificação e resolução dos desafios que temos enfrentado.
No Estoril, que serviu mais como um mega-teste, identificámos quais as áreas em que estávamos a perder para a concorrência. Testámos antes da corrida de Portimão, e os progressos foram enormes, já que melhorámos mais de dois segundos por volta. No Algarve conseguimos uma boa qualificação, mas um problema técnico impediu-nos de participar na corrida. Chegámos a Vila Real confiantes, e de facto era evidente que conseguíamos acompanhar os pilotos da frente. E estava tudo a correr bem até que tive o acidente…
 
Quais são os objetivos para segunda parte da temporada?
JPF: Sinto-me, acima de tudo, motivado para dar a volta à falta de sorte que temos tido. Queremos trabalhar mais a fiabilidade do conjunto e o acerto de chassis, duas áreas onde ainda sentimos handicap face aos nossos rivais, já que em termos de motor o KIA é muito forte. Quanto a resultados, se tudo correr dentro do previsto, lutar pelos pódios está perfeitamente ao nosso alcance, mas pontuar regularmente por no ‘top 5’ já seria muito positivo.
 
O campeonato TCR Ibérico tem a próxima jornada em Braga, a 2 e 3 de Setembro, prosseguindo para Barcelona, a 16 e 17 Setembro, para terminar com nova visita a Portimão, de 20 a 22 Outubro.

 

 


 

terça-feira, 19 de setembro de 2017 – 15:13:10

Pesquisar

Reportagens fotográficas em preparação

- Prosecco DOC Portuguese Round

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...