13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Taça de Portugal Jogos Santa Casa - Márcio Barbosa vence em dobradinha louletana

 

 

Márcio Barbosa (Aviludo-Louletano-Uli) ganhou hoje o Grande Prémio de Mortágua, terceira prova da Taça de Portugal Jogos Santa Casa de Elite e Sub-23, competição que assistiu ao domínio da equipa de Loulé, que colocou Luís Mendonça no segundo lugar. David Rodrigues (Rádio Popular-Boavista) foi o terceiro, subindo ao topo da geral da Taça.

 

A corrida de Mortágua foi disputada num traçado de grande exigência, o que, associado ao calor registado neste sábado, provocou diferenças assinaláveis entre os corredores.

 

A equipa Aviludo-Louletano-Uli foi a que melhor se adaptou às condições, desferindo um poderoso ataque que deixou a corrida decidida a favor dos algarvios. Márcio Barbosa e Luís Mendonça cortaram a meta juntos, com vitória do primeiro. O duo da frente cumpriu os 144 quilómetros da corrida em 3h40m30s.

 

David Rodrigues foi o único adversário que ficou a menos de dois minutos, cortando a meta na terceira posição, a 1m32s do vencedor. Este resultado catapultou o beirão para o topo da classificação geral da Taça Jogos Santa Casa na categoria de elite.

 

O corredor boavisteiro soma agora 121 pontos, seguindo-se Marcos Jurado (Efapel), com 93, e o anterior primeiro classificado, António Barbio (Miranda-Mortágua), com 92. Faltando ainda duas provas para a conclusão da Taça, pode dizer-se que tudo continua em aberto, embora David Rodrigues esteja em posição privilegiada e com uma vantagem significativa sobre os demais concorrentes.

 

 

O melhor sub-23 na corrida de hoje foi um corredor da equipa da casa, Jorge Magalhães (Miranda-Mortágua), que se adiantou ao colega de equipa Francisco Campos e ao rival André Carvalho (Liberty Seguros-Carglass). Com este resultado, André Carvalho segurou a primeira posição na geral de sub-23 da Taça de Portugal Jogos Santa Casa, mas passa a estar em igualdade pontual com Francisco Campos. Carvalho e Campos somam 190 pontos, mais dez do que Hugo Nunes (Miranda-Mortágua).

 

O domínio da Aviludo-Louletano-Uli no Grande Prémio de Mortágua permitiu à formação algarvia vencer coletivamente a prova deste sábado, mas na geral coletiva manda a Rádio Popular-Boavista, com 52 pontos, mais cinco do que a Miranda-Mortágua e mais 19 do que a W52-FC Porto, que ocupam os postos imediatos.

 

Entre as equipas de clube, a melhor na geral da Taça é a Fortunna/Maia.

 

 

V o t o s  de  B o a s  F e s t a s

Periodicidade Diária

quarta-feira, 19 de dezembro de 2018 – 11:56:55

Pesquisar

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...