14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Grande Prémio Jornal de Notícias Leilosoc - Ricardo Mestre resiste ao poderio de Joni Brandão

 

Ricardo Mestre (W52-FC Porto) é o vencedor do 29.º Grande Prémio Jornal de Notícias Leilosoc. Joni Brandão (Efapel) ganhou a última etapa, 187,2 quilómetros, entre o Porto e Gondomar, mas Mestre e a W52-FC Porto geriram a vantagem para levar a camisola amarela final.

 

As derradeiras pedaladas do Grande Prémio Jornal de Notícias foram emocionantes, com múltiplos ataques, desde o início, mas com a W52-FC Porto, demonstrando confiança nas capacidades de Ricardo Mestre, a ter o sangue-frio e a capacidade tática para segurar a camisola amarela.

 

A equipa portista controlou a corrida, colocando António Carvalho nas movimentações mais perigosas da fase dura e montanhosa da viagem, servindo de travão às investidas da Efapel, do Sporting-Tavira e da Rádio Popular-Boavista. Isso fez com a que única fuga com alguma margem acontecesse já depois da segunda meta volante, com 120 quilómetros percorridos.

 

Essa fuga juntou cinco elementos em cabeça de corrida: António Gómez (Rádio Popular-Boavista), Tiago Machado e Álvaro Trueba (Sporting-Tavira), Jesús del Pino e Filipe Cardoso (Vito-Feirense-PNB). Com a vantagem do quinteto a chegar perto dos três minutos, a W52-FC Porto colocou-se ao trabalho e foi reduzindo a diferença.

 

O cansaço acumulado por uma etapa de ataques sucessivos, reduziu o grupo principal a 16 elementos. Aí, a Efapel, que já havia conseguido que Joni Brandão vencesse as duas metas volantes, bonificando 6 segundos, assumiu a cabeça do grupo do camisola amarela, endurecendo a corrida para preparar uma última investida de Joni Brandão.

 

 

Foi isso que aconteceu. O chefe de fila da equipa ovarense disparou a 2 quilómetros da chegada, nas rampas mais exigentes de aproximação à meta. Joni Brandão passou por António Gómez, último resistente da fuga, e cortou a meta isolado, averbando a terceira vitória de etapa consecutiva. O espanhol da Rádio Popular-Boavista ainda conseguiu o segundo posto, a 6 segundos. Daniel Silva, também dos boavisteiros, foi terceiro, a 8 segundos, a mesma desvantagem registada por Ricardo Mestre, quarto classificado. O algarvio defendeu, assim, o primeiro lugar.

 

 

Ricardo Mestre concluiu o 29.º Grande Prémio Jornal de Notícias com 20h33m24s de corrida, menos 36 segundos do que Joni Brandão, segundo classificado, e menos 59 do que Alejandro Marque (Sporting-Tavira), terceiro.

 

“Sabíamos que seria muito difícil. Eu e a equipa fizemos o que estava ao nosso alcance, atacando a corrida desde o quilómetro zero. Não tivemos medo de encarar a prova com mentalidade de vencer. Agradeço aos meus companheiros que trabalharam e batalharam o dia todo, confiando em mim a 200 por cento. Não vivo obcecado com uma corrida por ano. Sempre que corro tento estar num nível de forma aceitável”, disse Joni Brandão, no final da tirada.

 

O triunfo de Ricardo Mestre demonstra que o ciclismo é o mais individual dos desportos coletivos. A W52-FC Porto foi a equipa que jogou a melhor “pedra” no tabuleiro da corrida, lançando Ricardo Mestre para a fuga que viria a ser decisiva – no primeiro setor da terceira etapa – e o algarvio mostrou ser o mais forte dos oito corredores que, nessa tirada, conquistaram mais de dois minutos de vantagem ao grosso do pelotão. A partir daí, os portistas aguentaram as respostas de toda a concorrência para vencerem este Grande Prémio pelo quinto ano consecutivo.

 

 

“Foi uma vitória muito difícil, porque o Joni Brandão mostrou estar muito forte. Eu tenho a felicidade de estar na melhor equipa. Eu e os meus companheiros, conseguimos controlar a corrida. Todas as etapas tiveram momentos importantes, mas a etapa de duplo setor foi a mais decisiva”, reconhece Ricardo Mestre.

 

Além da vitória individual, a W52-FC Porto impôs-se por equipas. Joni Brandão conquistou as classificações dos pontos e das metas volantes. Bruno Silva (Efapel) foi o melhor trepador e Rafael Lourenço (UD Oliveirense/InOutBuild), oitavo da geral, leva para casa a camisola da juventude. Tiago Machado foi o mais combativo da última jornada.

 

 

Periodicidade Diária

segunda-feira, 26 de agosto de 2019 – 00:46:08

Pesquisar

 

20 de agosto

2005 - 2019, são 14 anos


- quase 3 milhões de fotos

de cerca de 60 desportos diferentes

 

- aproximadamente 46.000 notícias

de cerca de 225 desportos diferentes

 

- e muito mais
 

tudo

Ao Serviço do Desporto em Portugal

Obrigado aos nossos leitores!

 

 

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...