13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Regata de Portugal invade as águas de Lisboa a partir de amanhã

 

Arranca já amanhã a primeira edição da Regata de Portugal, evento que celebra o mar e os portugueses e pretende aproximar o público da vela. Ao longo de cinco dias, os visitantes do recinto poderão acompanhar, de perto, provas carregadas de adrenalina, numa das etapas do World Match Racing Tour - das mais importantes competições internacionais de vela que traz, pela primeira vez a Lisboa, alguns dos catamarãs mais velozes e ágeis do mundo, construídos com tecnologia de ponta que lhes permite atingir uma velocidade única em mar.

 

Em competição estarão 12 equipas de velejadores profissionais do top do Ranking Mundial, com medalhas olímpicas como Torvar Mirsky, vencedor do último World Match Racing Tour, que irá defrontar outro dos nomes mais conhecidos deste desporto e seis vezes Campeão Mundial, Ian Williams.

 

As provas serão divididas entre dois formatos competitivos, com a particularidade de serem provas rotativas: na fase de qualificação, que terá lugar a 3 e 4 de outubro, as 12 equipas irão competir em fleet racing - regata de frota na qual os barcos concorrem em simultâneo, de forma a apurar os oito finalistas. Na fase de eliminatórias, as equipas apuradas irão começar cada dia por uma fleet race, na qual serão apurados os barcos a serem velejados pelas equipas ainda em competição. Apurados os barcos, as equipas competem em formato match racing, ou seja, barco contra barco, onde o primeiro a cortar a meta é o vencedor. O World Match Racing Tour apresenta-se, assim, como a prova mais justa e com mais fairplay, por dar oportunidade a todas as equipas de velejarem em todos os barcos.

 

EQUIPAS EM COMPETIÇÃO

 

TEAM PORTUGAL (Portugal): Hugo Rocha (Skipper). Mariana Lobato, António Fontes, Jorge Lima e Helder Basílio

ADAMASTOR RACING (Portugal): Bernardo Freitas (Skipper). Frederico Melo, Gil Conde e João Matos Rosa

MIRSKY RACING TEAM (Austrália): Torvar Mirsky (Skipper). Cameron Seagreen, Damian Garbowski e Carlos Robles

GAC PINDAR (Inglaterra): Ian Williams (Skipper). Richard Sydenham, Will Ryan e Mark Bulkeley

SPINDRIFT RACING (França): Yann Guichard (Skipper). François Morvan, Christophe Espagnon e Manhieu Salomon

DOWN UNDER RACING (Austrália): Harry Price (Skipper). Murray Jones, Manhew Stenta e George Anyon

ESSIQ RACING TEAM (Suécia): Nicklas Dackhammar (Skipper). Jakob Wilson, Fredrik Aurell e Pontus Dackhammar

HOLMBERG RACING TEAM (Suécia): Mans Holmberg (Skipper). Holger Tidemand, San Gilmour e Axel Munkby

FLUX TEAM (Suécia): Johnie Berntsson (Skipper). Jakob Gustafsson e Julius Hallström

ANNA SAILING (Suécia): Anna Östling (Skipper). Annika Carlunger, Malin Holmberg, Viktor Langström e Wilhelm Eriksson

SAILING TEAM NL (Holanda): PJ Postma (Skipper). Olie Gerber, Mark Spearman e Rory Hunter

E11EVEN RACING (E.U.A): Markus Edegran (Skipper). Gustav Penerson, Marcus Hoglander e Henrik Eriksson

 

UM MAR DE PORTUGUESES

 

A Regata de Portugal é muito mais que um evento desportivo. É, na verdade, um evento de entretenimento que além de uma competição de vela inédita, em pleno rio Tejo, conta com DJ Sets – diariamente, diferentes nomes da música eletrónica nacional vão “dar som” à Regata; dois espaços gastronómicos com diferentes conceitos e um elemento em comum – o peixe português; arte pela mão de artistas urbanos portugueses; live cooking; aulas de yoga; atividades para crianças; um mercado dedicado a produtos e produtores portugueses; visitas ao Navio Escola Sagres e tantas outras atividades que também as marcas levarão para o recinto do evento.

 

DJ Sets

 

Dia 03 de outubro o “tiro de largada” será dado pelo DJ André Henriques, responsável por animar a primeira de cinco festas. A 04 de outubro o set é de uma das maiores referências do universo da música eletrónica portuguesa, que dispensa apresentações – Moullinex. No terceiro dia de evento, em que a Regata de Portugal também recebe as comemorações oficiais do 5 de Outubro com a visita do Presidente da República, o palco será do curador, Deejay Kamala, nome que já se tornou referência nas pistas de dança portuguesas. No penúltimo dia, a festa fica a cargo do artista português que, em novembro passado, foi distinguido com o prémio EMA para a categoria de “Best Portuguese Act” - DJ Overule. E para encerrar o evento, a 07 de outubro, as despedidas serão feitas ao som dos Beatbombers - IDA World Champions.

 

Um mar de arte

 

Sendo a Arte um dos eixos da Regata de Portugal, e tendo o evento o objetivo de celebrar o “mar de portugueses” que leva o país além-fronteiras, a organização desafiou oito artistas nacionais a transformarem contentores marítimos em peças artísticas. Durante quatro dias, Gonçalo Mar (curador do projeto), RAM, Draw, Nomen, Mesk, Tamara, Caver e Third recorreram ao graffiti para revestir oito contentores de cor, imagens e pensamentos sobre o mar, enquanto combinam este imaginário com elementos alusivos às marcas presentes na Regata de Portugal - Delta, Nacional, Gelpeixe, Santogal, Lusitania, OLÁ, Guloso e Vitacress.

 

Os contentores estarão expostos no recinto do evento, onde servirão de palco às ativações das marcas.

 

O melhor da Gastronomia Marítima

 

E porque também de Gastronomia se faz Portugal, a Organização do evento desafiou o chef Vítor Sobral a conceber os espaços gastronómicos do recinto. Nascem, assim, a Aldeia de Pescadores e o Cais do Tejo, dois conceitos diferentes, que permitem dar resposta a diversas necessidades e públicos, mas que são fiéis a um elemento comum – o peixe português.

 

Na Aldeia de Pescadores, não é difícil perceber de onde surge a inspiração: daqueles que vivem do e para o mar. Num espaço com capacidade para 600 pessoas e com horário de funcionamento alargado - entre as 12h00 e as 23h00 –, haverá 10 restaurantes selecionados pelo chef, que prometem fazer as delícias dos visitantes. Sopa de Santola, Prego de Atum, Tártaro de Robalo e Ostras da Ria Formosa são, apenas, alguns dos petiscos que o público poderá degustar nesta “Aldeia”, onde entre os nomes confirmados já se encontram o Can The Can (conceito de gastronomia que, para além de produtos frescos, confeciona cozinha mediterrânea utilizando nos seus pratos o melhor das conservas nacionais), O Nobre (da autoria da chef Justa Nobre), A Padaria da Esquina (um dos mais recentes projetos do chef Vítor Sobral que nasce com o intuito de levar ao Brasil os melhores e mais tradicionais sabores de Portugal), o Peixola (restaurante que serve somente peixe, seja reinterpretando clássicos nacionais ou dando uma volta ao mundo) e a Peixaria da Esquina (conceito que nasce depois da Cervejaria da Esquina e que combina, num único lugar, o melhor dos mariscos e dos peixes nacionais).

 

Além da Aldeia de Pescadores haverá um outro espaço gastronómico no interior do recinto da Regata de Portugal. Chama-se Cais do Tejo e apresenta-se como um espaço mais sofisticado e um restaurante onde o público é convidado a degustar algumas das propostas da autoria do chef Vítor Sobral, sempre à base de peixe fresco pescado na costa portuguesa, podendo ainda usufruir de uma vista privilegiada sobre o rio Tejo. O restaurante funcionará no mesmo período horário da Aldeia de Pescadores e aceita reservas para almoço e jantar, através do número +351 937 254 788.

 

 

V o t o s  de  B o a s  F e s t a s

Periodicidade Diária

domingo, 16 de dezembro de 2018 – 22:52:05

Pesquisar

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...