12 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Henrique Casimiro faz segundo na chegada a Seia

 

 

  • Equipa EFAPEL volta a estar em destaque no GP das Beiras e Serra da Estrela
  • Formação volta a discutir as vitórias em etapas
  • Luta pela geral individual é uma realidade para o último dia de competição
  •  

A Equipa EFAPEL voltou a estar em destaque no segundo dia de competição do Grande Prémio Internacional das Beiras e da Serra da Estrela. Desta vez, a formação liderada por Américo Silva teve em Henrique Casimiro o seu melhor representante. O ciclista alentejano ficou em segundo com o mesmo tempo do vencedor, César Fonte, e está na luta pela vitória final, tal como Daniel Mestre e Jesus Del Pino.

 

Num dia em que os ciclistas pedalaram quase 200 quilómetros entre Sabugal e Seia, houve animação do princípio ao fim. No início, houve vários ataques. Só ao fim de vário quilómetros é que se formou a fuga do dia. Aí, a EFAPEL levava Bruno Silva. A ameaça da mesma levou algumas equipas, nomeadamente a do camisola amarela, a trabalhar no pelotão.

 

Com a fuga anulada, a chegada a Seia foi tensa e emocionante porque os ciclistas com ambições na geral queria chegar entre os melhores. Foi isso que fez Henrique Casimiro que, assim, está na luta pela geral individual.

 

Tivemos uma etapa muito positiva. Foi bom, principalmente para o Henrique Casimiro que é o ciclista que, em teoria, temos melhores condições para este tipo de terreno. O resultado alcançado é bom para ele e é sinal de que está em forma”, afirmou o director desportivo da EFAPEL, Américo Silva. Para o responsável, na etapa de hoje só “faltou aquele bocadinho que faz toda a diferença”, mas enaltece a capacidade da equipa de se manter no contexto para vencer a prova.

 

A última etapa do Grande Prémio Internacional das Beiras e da Serra da Estrela vai amanhã para a estrada. São 168,3 quilómetros entre Gouveia e Guarda, com passagem pela Torre. Pelo meio, o pelotão vai ter duas metas volante e duas contagens de montanha, uma de primeira categoria no ponto mais alto de Portugal Continental, e outra de terceira categoria na chegada.

 

Classificação na segunda etapa

 

1º    César Fonte            W52/FC Porto            4h48m58s
2º    Henrique Casimiro        EFAPEL                m.t.
3º    Sergio Garcia        Manzana Postobon            m.t.

18º    Daniel Mestre        EFAPEL                a 5s
21º    Jesus del Pino        EFAPEL                m.t.
33º    Sérgio Paulinho        EFAPEL                a 25s
42º    Marcos Jurado        EFAPEL                a 38s
48º    Rafael Silva            EFAPEL                a 1m32s
80º    Bruno Silva            EFAPEL                a 15m48s

 

Classificação após a primeira etapa


1º    César Fonte            W52/FC Porto            9h17m59s
2º    Dimitrii Strakhov        Lokosphinx                a 6s
3º    Jóni Brandão            Sporting/Tavira            a 9s

5º    Henrique Casimiro        EFAPEL                a 10s
14º    Daniel Mestre        EFAPEL                a 17s
19    Jesus del Pino        EFAPEL                a 21s
30º    Sérgio Paulinho        EFAPEL                a 3m02s 
54º    Marcos Jurado        EFAPEL                a 23m01s
58º    Rafael Silva            EFAPEL                a 23m55s
81º    Bruno Silva            EFAPEL                a 38m10s

 

 


 

quarta-feira, 25 de abril de 2018 – 23:51:42

Pesquisar

Reportagens fotográficas em preparação

- 41 Corrida da Liberdade

- 34 Estafeta 25 Abril

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...