13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Dois pódios para a ‘Miguel Oliveira Fan Club Racing Team’ depois de excelentes exibições

 

 

Decorreu hoje no Autódromo do Estoril a 3ª corrida do CNV, onde sete dos 18 pilotos em grelha provém da estrutura de Miguel Oliveira, a Oliveira Cup. Destes sete pilotos, Pedro Fraga, Pedro Fragoso, Diogo Luís e Miguel Santiago Duarte, atuais pupilos do Troféu-Escola de motociclismo de Miguel Oliveira, mais uma vez hoje mostraram que a perseverança, determinação e trabalho dão frutos. Dois pódios para o clã de Miguel Oliveira fecharam o fim de semana, nesta que foi uma sensacional jornada.

 

Pedro Fraga #44 conquistou o 2º lugar em Pré-Moto3, depois de um verdadeiro duelo pelo lugar cimeiro do pódio durante praticamente toda a corrida, o que fez com que inclusive, o piloto de apenas 13 anos conseguisse bater o recorde da pista, com a volta mais rápida, 1min54,768s.

 

Diogo Luís #28 conseguiu igualmente um lugar no pódio, bisando o 3º lugar na categoria SS300, resultado de um trabalho consistente ao longo de todo o fim de semana.

 

Pedro Fragoso #10 teve uma prestação excelente, em franca progressão ao longo de sábado e domingo, mas um problema mecânico impediu-o de terminar a corrida, quando rodava a encurtar distância para os adversários.

 

Miguel Santiago #70 foi também uma revelação no Estoril, circuito onde se estreou, em cima de uma KTM, com a qual também contactou pela primeira vez este fim de semana.

 

Nas palavras de Paulo Oliveira, diretor desportivo da Oliveira Cup e do Miguel Oliveira Fan Club Racing Team, “Foi um fim de semana bastante positivo, talvez não tão positivo para o Pedro Fragoso, pois a sua moto teve alguns problemas técnicos, que levaram tempo a solucionar e só hoje é que conseguimos que a moto andasse sem falhar. Foi, portanto, um grande desafio para nós enquanto equipa técnica, já que encontrámos um problema que pensámos ser, desde o princípio, uma questão elétrica, mas acabou por ser mesmo um problema mecânico, que nos obrigou a substituir o motor para a corrida. Na corrida, o motor ao ser novo não teve tempo para fazer rodagem e o que aconteceu foi que, de facto, acabou por não aguentar e o Pedro acabou por não terminar a corrida. O Miguel Santiago foi, dos nossos pilotos, aquele que se estreou na categoria 300, teve aqui o primeiro contacto, não só com uma moto maior do que aquela a que está habituado a competir, mas também num circuito grande, um Autódromo, com características bastante diferentes daquelas a que está habituado a competir, o que significa que aqui houve uma grande aprendizagem, e que o fez ter também uma boa performance. Também muito positivo foi o Diogo, que esteve muito bem todo o fim de semana, com uma evolução sempre crescente e conseguiu fazer um ritmo sozinho sem ir atrás de alguém que o ajudasse a conseguir os tempos que conquistou e, por isso, estou muito satisfeito por ele e, seguramente, que nas próximas corridas teremos um Diogo bastante mais competitivo. A cereja no topo do bolo foi realmente o Pedro Fraga, que acabou por fazer mesmo o recorde do circuito. Estou muito satisfeito, porque estamos a fazer um trabalho que tem vindo a ser crescente ao longo do tempo, a cada participação temos aumentado os objetivos e temos melhorado sempre os tempos em pista. Comparativamente ao ano passado, estamos a rodar 6 segundos mais rápido, o que significa que o nível que estamos a colocar no campeonato é bastante elevado. Sinto-me satisfeito e vamos continuar nesta linha de trabalho e para tentarmos ser campeões nacionais, que é por isso mesmo que aqui estamos”.

 

A próxima corrida, a 4ª ronda do CNV, vai realizar-se nos dias 21 e 22 de julho em Portimão.

 

 


 

segunda-feira, 24 de setembro de 2018 – 22:04:40

Pesquisar

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...