14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

Notícias

Nicolau Von Rupp e Carina Duarte vencem primeira etapa da Liga Meo Prosurf

Com as melhores ondas de todo o fim-de-semana, debaixo de um sol abrasador e perante milhares de pessoas que assistiam interessadas às finais, Nicolau Von Rupp e Carina Duarte sagraram-se vencedores do TMN Pro, a primeira etapa da Liga Meo Prosurf 2011, que ontem terminou na Praia Internacional, Porto.
 
alt
 
alt

Na prova masculina, da qual se realizaram quatro fases este Domingo, os quatro atletas que mais se destacaram ao longo do dia acabaram mesmo na final, onde Nicolau Von Rupp, de 20 anos, bateu o campeão nacional em título, Justin Mujica, uma das maiores promessas do surf nacional, Vasco Ribeiro, além do ex-tetra-campeão nacional, Ruben Gonzalez, que regressou à competição aqui no TMN Pro.
 
Em ondas óptimas de um metro, Nicolau conseguiu a melhor pontuação de toda a prova masculina numa final disputadíssima, que viu o campeão tirar 16,94 pontos em 20 possíveis, deixando Justin no segundo lugar, com 15,36 pontos, Vasquinho, de 16 anos, na terceira posição, com 14,06 pontos e Ruben no quarto posto final, com 12,10 pontos.
 
alt

Já nem me lembrava de vencer uma prova nacional,” afirmou Nicolau, visivelmente satisfeito. “Consegui a minha primeira vitória neste circuito quando tinha 16 anos, mas ultimamente tenho andado afastado do lugar mais alto do pódio, por isso é uma enorme honra para mim vencer o TMN Pro, sobretudo porque o nível de surf está muito elevado e porque bati na final três atletas que muito admiro. Sinto-me bem e bastante realizado, agora também motivado e com vontade de tentar o título nacional este ano,” concluiu o surfista da Praia Grande, em Sintra.

Destaque também para os semi-finalistas derrotados, Filipe Jervis, José Ferreira (ambos finalistas aqui em 2010), Francisco Alves e João Kopke, todos alunos do grupo de treino Surf Technique, à semelhança de Vasco Ribeiro, e todos ainda muito jovens, que mostraram um surf muito maduro e deram muita luta ao longo de todas as suas baterias.

Kopke venceu mesmo o prémio revelação, tendo alcançado as meias-finais de uma prova desta categoria pela primeira vez na sua carreira, batendo o seu próprio treinador, David Raimundo, nos quartos-de-final, ou mesmo o local João Guedes (campeão nacional em 2009) nos oitavos, naquela que foi a maior surpresa da etapa.

Atenção também para a presença nos quartos-de-final de Guilherme Fonseca, de 13 anos, ou de André Faria, de 15 anos, atletas mais habituados à liderança no circuito nacional de esperanças, mas que aqui conseguiram os seus melhores resultados, a par de surfistas mais experientes, como Edgar Nozes, Miguel Mouzinho, Alexandre Ferreira ou dos também regressados à Liga, Pedro Morgado e Filipe Valadão.
 
alt

Xaninho Ferreira, vice-campeão nacional em 2009, “vingou-se” mais tarde da derrota prematura, acabando por vencer a Red Bull Expression Session com um grande aéreo reverse de backside, que lhe valeu 250€.
 
alt
 
alt

Na prova feminina, Carina Duarte dominou a final por completo, conseguindo a melhor onda (9,5 pontos em 10 possíveis) e a maior pontuação (17,30 pontos em 20 possíveis) de todo o TMN Pro, deixando as suas três adversárias a necessitar de uma combinação de duas ondas para a superar.

Maria Abecassis, que em 2010 fez todas as finais da Liga mas não venceu nenhuma, voltou a ter de contentar-se com o segundo lugar nesta prova, deixando a actual campeã nacional em título, Francisca Pereira dos Santos, na terceira posição, depois de ter sido o destaque das fases anteriores.

A revelação desta etapa, Constança Coutinho, terminou num honroso quarto lugar, na sua primeira final sénior, depois de ter sido uma das responsáveis pela eliminação da campeã nacional de 2009, Joana Rocha, nas meias-finais.

Tivemos um TMN Pro rico em experiências, com todo o tipo de situações e de estações do ano num fim-de-semana só, mas o importante é que terminámos com ondas belíssimas, bom tempo e muita gente na praia, a aplaudir as finais pelo terceiro ano consecutivo aqui nesta praia,” afirmou Marcelo Martins, da Onda Pura, em jeito de balanço.

O TMN Pro contou também com um Parque Radical, onde muita gente ao longo do fim-de-semana pôde experimentar actividades como Salto Negativo, Parede de Escalada Insuflável, uma pista de Segways TT, um Golfe Driving Range, Test Drives com câmeras Full HD à prova de água da Go Pro e o Show Room da Mazda.

Sábado à tarde a Onda Pura Sunset Music Session, voltou a animar a estrutura do TMN Pro, com muitos convidados e amigos a celebrarem da melhor forma o espírito do surf e o arranque de mais um ano de competição intensa, sem nunca esquecer o mais importante na mensagem – a partilha e o convívio. Todo o evento foi também transmitido ao vivo em meo.pt/surf, o sítio oficial da Liga e, em exclusivo mundial, num canal dedicado, no Meo.
 
alt
 
alt

O TMN Pro é uma organização da Onda Pura, com os patrocínios da TMN, Autosueco e Mazda, e os apoios da Câmara Municipal do Porto, Porto Lazer, Super Bock, Hotel Star Inn, Pena Aventura, Presto Pizza, Edifício Transparente, Go Pro, Clube de Golfe Quinta do Fojo, Vieira de Castro, Autocaravanas Campinanda, Keybusiness, RTP2, Forum Estudante, ANS e Federação Portuguesa de Surf. A Liga Meo Prosurf tem como patrocinadores oficiais o Meo e a Red Bull e conta com o apoio da Cidade FM, Oceanlook, Sapo, SurfPortugal, Ya - Youth Culture Agency e Fuel TV. 
 
fotos: tomanephotos.com
  

Periodicidade Diária

domingo, 26 de janeiro de 2020 – 14:49:21

Pesquisar

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...