12 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

ITU World Cup em Cape Town abre a época de provas de Triatlo

 

TU World Cup em Cape Town abre a época, com Melanie Santos, do Sport Lisboa e Benfica, a alcançar o 8º lugar.

 

Melanie Santos, Vanessa Fernandes, Gabriela Ribeiro e João Pereira participaram hoje, dia 11 de fevereiro, na primeira prova internacional da época 2018, Taça do Mundo na distância sprint (750 metros de natação, 20km de ciclismo e 5km de corrida) que se realizou em Cape Town.

 

As duas portuguesas do Sport Lisboa e Benfica, Melanie Santos e Vanessa Fernandes, ficaram na 8º e 17ª posição respetivamente. Pedro Leitão, o técnico que acompanhou os atletas da seleção portuguesa, explicou-nos as prestações para além dos resultados. ‘Melanie realizou o segmento de natação sempre na frente do pelotão e acabou por sair da água em segundo lugar. A sua primeira transição foi rápida, o que lhe permitiu integrar o grupo das seis atletas da frente. Começou a correr destacada e no final da primeira volta de corrida estava em 4º quarto lugar. Acusou depois um desgaste na segunda volta de corrida e acabou por terminar na 8ª posição’. «Fiquei bastante satisfeita com o resultado porque as primeiras provas não me costumam correr bem. Sendo assim, e tendo em conta aquilo que é habitual acontecer, esta prova é um bom indicador para o resto da época», explicou a atleta.  Melanie santos foi a primeira triatleta portuguesa a cortar a meta com 00:59:59 e irá participar na primeira prova WTS daqui a três semanas.

 

Vanessa Fernandes terminou a prova em 1:01:29. A triatleta do Sport Lisboa e Benfica não saiu bem colocada na natação, mas na corrida conseguiu a espetacular marca de 00:17:30. Em relação à prova a triatleta declarou: «Foi um balanço positivo dado ao que tenho realizado nestes últimos tempos em termos de treino. Saio de Cape Town confiante e motivada para continuar a treinar e competir durante esta época!» A próxima paragem será no Moloolaba Triathlon, taça do mundo que irá realizar-se no dia 11 de março.

 

A jovem Gabriela Ribeiro, com apenas 17 anos, conseguiu alcançar o 21ª lugar na sua estreia em taças do mundo. Pedro Leitão explicou que ‘a triatleta do Alhandra Sporting Club foi bastante bem na natação, sempre colada à Melanie, saindo em 5º da natação. Fez uma transição mais lenta, o que fez com que ficasse a competir no grupo perseguidor. Aguentou o segmento de ciclismo todo no segundo grupo, mas o esforço acabou por afetar muito o seu tempo na corrida, fazendo um tempo inferior ao habitual.’, concluiu o treinador.  «Vinha com a perspetiva de ver as prestações das atletas do mais alto nível», declarou a Gabriela, «considerei a prova uma boa aprendizagem e fico satisfeita com a minha prestação». A atleta terminou a competição em 1:03:52.

 

A prova correu menos bem a João Pereira. O atleta fez a natação com um bom nível, com uma transição muito rápida e saiu em 10º do parque de transição. Acusou posteriormente o cansaço da viagem, já durante o ciclismo e, depois da primeira volta da corrida, sentiu novamente mal-estar. O atleta acabou por desistir da prova. «Agora estou focado na primeira prova do WTS, em Abu Dhabi, que é já daqui a três semanas!» afirmou João Pereira.

 

O pódio no ITU World Cup em Cape Town

 

Vicky Holland, da Grã-Bretanha, ganhou a competição feminina com o tempo 00:58:18, e a segunda posição pertenceu a Non Stanford, também da Grã-Bretanha, que completou a prova em 00:58:52. Zsanett Bragmayer, da Hungria, foi a terceira mulher a cortar a meta com 00:59:07.

 

A vitória masculina ficou em casa nos dois primeiros lugares; Richard Murray, sul-africano, a conquistou o primeiro lugar com 00:52:15. Na segunda posição ficou Henri Schoeman, também sul-africano, com o tempo 00:52:39. Lukas Pertl, da Áustria, conseguiu obter o terceiro lugar e fechou o pódio, a 34’’ do primeiro atleta, com 00:52:49.

 

O que os atletas fazem antes das provas?

 

Os triatletas portugueses treinaram os três segmentos até ao último dia da competição, mas sempre a ritmo mais brando, como é habitual antes das provas. Nestas alturas, o descanso é extremamente importante e alguns rituais fazem parte dos momentos de descontração. Antes das competições, Melanie ingere uma barra Gold Nutrition, a que chama ‘barra do andamento’, a Vanessa gosta de ouvir música, a Gabriela coloca sempre Vic no nariz e João tem um ritual engraçado: lava sempre os dentes antes da competição. São pequenos gestos que ajudam os atletas na concentração para a prova.

 

 


 

sexta-feira, 17 de agosto de 2018 – 06:12:15

Pesquisar

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...