12 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Outsystems olímpico de Oeiras vence o Campeonato Nacional de Estafetas Mistas no Sabugal

 

Realizou-se no domingo, dia 13 de maio, o Campeonato Nacional de Estafetas Mistas no Triatlo do Sabugal

 

Foi uma prova muito disputada, em que cada equipa de quatro elementos fez a distância de super sprint. A prova neste formato torna-se muito dinâmica e emotiva, porque tudo está em constante mudança com a alteração de segmentos e de elementos que resulta numa constante troca de posições e incerteza no resultado final. Além de que não existe, como é habitual, uma prova feminina e outra masculina, onde o trabalho das equipas mistas se revela fundamental para a obtenção de resultados.

 

A competição inicia com um elemento feminino da estafeta, segue-se um atleta masculino que dá lugar a outra mulher e finalmente termina com o masculino. É este formato que será a grande novidade do Triatlo nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, com uma equipa de estafetas a poder disputar a medalha olímpica.

 

Este Triatlo do Sabugal foi também decisivo para apurar as estafetas absolutas e juniores que irão participar no Campeonato Europeu de Clubes de Triatlo a realizar-se no dia 6 de outubro, na zona ribeirinha de Lisboa, na Praça do Comércio.

 

Participaram neste Campeonato Nacional de Triatlo de Estafetas 10 equipas mistas, com a equipa do Outsystems Olímpico de Oeiras a sagrar-se campeã nacional, o Alhandra Sporting Clube a conquistar a segunda posição e o Sporting Clube de Portugal a alcançar o terceiro lugar no pódio.

 

A prova correu bem, com a partida do centro do Sabugal, uma competição muito renhida e emocionante, em que os três últimos elementos da estafeta iniciaram a corrida praticamente juntos, destacando-se o elemento do Outsystems Olímpico de Oeiras, Tiago Fonseca.

 

As classificações do Campeonato Nacional de Clubes de Triatlo por estafetas

 

O Outsystems Olímpico de Oeiras venceu a competição, com Ana Ramos (00:24:41), Miguel Tiago Silva (00:21:06), Lúcia Vergara (00:24:20) e Tiago Fonseca (00:22:23) (Total: 01:32:30).

 

Ana Ramos foi o primeiro elemento feminino a entrar em prova: «A água estava muito fria, não tive muito boas sensações, mas consegui sair na frente. Demorei algum tempo no parque de transição que me atrasou para os outros segmentos», explica a triatleta. Na corrida passou o testemunho ao Miguel em quarto lugar, mas Lúcia, a triatleta espanhola, conseguiu já ganhar vantagem, entregando o testemunho já na primeira posição. «O Tiago Fonseca geriu muito bem a prova, e na corrida já saiu em primeiro lugar, mantendo e ganhando vantagem até ao final». Ana Ramos falou-nos do dinamismo deste tipo de provas, em que tudo pode mudar e que o trabalho de equipa se torna mais aliciante. «Começamos na quarta posição e terminámos em primeiro, é tudo muito dinâmico!»

 

Ana Ramos passou o testemunho ao Miguel Tiago Silva, que foi o segundo elemento a entrar em prova.

 

O segundo elemento feminino (e terceiro desta estafeta), Lúcia Vergara, conseguiu dar vantagem à equipa: «Estava a sentir-me bem, embora tenha sentido frio na natação. No ciclismo colaborei com outra rapariga para alcançar a segunda e graças a uma transição rápida consegui começar a correr na frente. No segmento da corrida alcancei a primeira e passei o meu testemunho ao meu companheiro de equipa (Tiago Fonseca) já na primeira posição, com uns segundos de vantagem.»

 

O último elemento da competição, Tiago Fonseça, explica a estratégia de prova: «Quando me entregaram a estafeta já estávamos em primeiro lugar e o meu trabalho era: não perder na natação e não descolar na bike. Depois na corrida sabia que conseguia correr mais do que os da última estafeta das outras equipas, por isso a pequena vantagem de dois segundos que consegui na segunda transição foi suficiente para conseguir manter e aumentar a distância na parte final.» Tiago faz também um elogio à equipa: «O trabalho maior não foi o meu, mas do resto da equipa!».

 

Na segunda posição ficou o Alhandra Sporting Club composto por Melina Alonso (00:23:42), Miguel Fortunato (00:21:23), Sofia Hipólito (00:25:35) e Aleix Domenech (00:22:10) (Total: 01:32:50)

 

A fechar o pódio deste Campeonato Nacional de Triatlo por Estafetas ficou o Sporting Clube de Portugal com a equipa mista de Helena Paula Carvalho (00:23:51), André Dias (00:21:31), Katarina Larsson (00:24:48) e João Mansos (00:23:05), com um (Total: 01:33:15).

 

O V Triatlo do Sabugal foi uma organização da Câmara Municipal do Sabugal, com o apoio técnico da Federação de Triatlo de Portugal. Este evento decorreu nos dias 12 e 13 de maio de 2018 e contou com a segunda etapa do Campeonato Nacional de Clubes de Triatlo e com a etapa única do Campeonato Nacional de Clubes de Triatlo por estafetas.

 

 

 


 

domingo, 24 de junho de 2018 – 14:33:23

Pesquisar

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...