Chegou ao fim a primeira edição da Regata de Portugal

 

A etapa portuguesa do World Match Racing Tour deu a vitória aos suecos ESSIQ RACING, liderados por Nicklas Dackhammar.

  • Lusitânia vence a primeira Regata de Portugal, num barco velejado pela equipa de Yann Guichard. No pódio esteve uma equipa portuguesa, a ADAMASTOR RACING de Bernardo Freitas, a competir com o barco da Nacional.

 

Realizaram-se hoje as três últimas regatas da Regata de Portugal em frota, oferecendo aos visitantes do recinto um espetáculo único com todas as embarcações a passarem junto ao cais, sendo assim possível vislumbrar a adrenalina e a emoção de velejar nestes super catamarans M32. O barco Lusitania (velejado pela equipa SPINDRIFT RACING) sagrou-se o vencedor da prova, seguindo-se o barco Gelpeixe (com a equipa GAC PINDAR) e, em terceiro lugar, representando a bandeira lusa, o barco Nacional com a ADAMASTOR RACING, de Bernardo Freitas. 

 

No último dia de competição da etapa portuguesa do World Match Racing Tour, a parte da manhã ficou reservada para os últimos duelos da semi-final, durante os quais se apuraram as duas equipas que iriam disputar a Petit Final (3.º

e 4.º lugar) e as duas equipas que iriam à Final (1.º e 2.º lugar). O embate da Petit Final foi decidido entre as equipas SPINDRIFT RACING (liderada pelo francês Yann Guichard) e DOWN UNDER RACING (liderada pelo australiano Harry Price), com vitória para os australianos. A Final foi disputada entre os suecos ESSIQ RACING (equipa de Nicklas Dackhammar) e os ingleses GAC PINDAR (equipa de Ian Williams), com vitória da equipa sueca que levou para casa o prémio de 20.000 dólares. 

 

Para Francisco Mello e Castro, Diretor da Regata de Portugal, “o balanço da primeira edição do evento é bastante positivo. O feedback das marcas e das próprias equipas de velejadores é muito bom, inclusive das próprias equipas portuguesas que infelizmente não se qualificaram até à final mas tiveram uma excelente prestação tendo, inclusive, terminado no pódio com um magnífico 3.º lugar na Regata de Portugal. Agora, vamos começar a trabalhar na próxima edição para garantir que a emoção da vela e o entretenimento que este evento oferece chega, novamente, a todos os portugueses”.

 

Esta foi a 1.ª edição da Regata de Portugal, que se realizou de 3 a 7 de outubro, no Terminal de Cruzeiros de Lisboa. Ao longo destes cinco dias passou pelo Tejo uma das cinco etapas do World Match Racing Tour – uma das mais importantes competições internacionais de vela, com um prize money de um milhão de dólares na final que será disputada na China - que trouxe à capital alguns dos catamarans mais velozes e ágeis do mundo, construídos com tecnologia de ponta que lhes permite atingir uma velocidade única em mar, além de grandes velejadores internacionais, medalhados olímpicos. 

 

Além da competição de vela, a programação do evento foi, também, marcada por alguns dos maiores nomes da música eletrónica portuguesa (André Henriques, Moullinex, Deejay Kamala, DJ Overule, Beatbombers), pelo melhor da gastronomia com o chef Vítor Sobral e seus convidados e por mostras de arte urbana com a intervenção de artistas portugueses em contentores marítimos (numa curadoria de Gonçalo Mar). No espaço do evento houve, ainda, um mercado dedicado a produtos e produtores nacionais e ativações das marcas presentes (Olá, Nacional, Vitacress, Gelpeixe, Santogal, Guloso, Lusitânia e Delta).   

 

A Organização do evento já confirmou uma segunda edição, a realizar-se no próximo ano, com mais detalhes a serem anunciados em breve.

 

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...