13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Espinho Open - Vitória da Letónia nuna final perfeita

 

 

A dupla da Letónia Janis Smedins/Aleksandrs Samoilovs sagrou-se hoje vencedora do Espinho Open 2018, etapa de quatro estrelas do Circuito Mundial de Voleibol de Praia, ao superar (2-1: 21-13, 19-21 e 22-20) na final os brasileiros Ricardo Santos e Gustavo Albrecht, num jogo que empolgou o público e que perdurará certamente na memória de todos aqueles que o presenciaram... e foram muitos, pois lotaram o estádio montado na Praia da Baía, criando uma animação extra num excelente

espectáculo de Voleibol de Praia.

 

No final, os letões reconheceram:
"Foi uma final perfeita! Um «combate louco» entre duas duplas que queriam muito ganhar este jogo e felizmente fomos nós a conquistar o triunfo, que é muito importante para nós.
A concentração ao longo de todo o jogo foi muito importante e creio que o espectáculo agradou ao público, que esteve sempre muito activo".

 

Smedins e Samoilovs são já bem conhecidos dos portugueses - disputaram as edições de 2006 e 2007 do Espinho Open - e tinham sido os únicos a derrotar Ricardo e Guto na fase de grupos (2-1: 21-15, 15-21 e 17-15).

 

A medalha de prata foi inteiramente merecida, pois o nome de Ricardo Santos é já indissociável da competição espinhense. Com 11 presenças no Espinho Open, oito medalhas, sendo cinco de ouro, o brasileiro Ricardo Santos é já uma lenda viva da história da competição portuguesa e do Voleibol de Praia mundial.

 

Agora a fazer dupla com Gustavo Albrecht (Guto), o jogador canarinho, de 43 anos, falhou o recorde de vitórias em Espinho - tem cinco, como o seu ex-parceiro Emanuel Rego - mas não parece incomodado com isso:
"O mais importante é viver o momento pelo momento. Estamos a viver um momento muito bom como dupla, foi a primeira competição em que disputámos o Quadro principal. Nesta etapa atravessámos uma fase duríssima, desde o Country Quota até esta Final. Foi o nosso nono jogo em quatro dias, e sempre com lutas difíceis e nós superámo-nos em cada jogo. 
O mais importante é pensarmos semana a semana... Não tivemos muito tempo para treinar como equipa, pelo que o objectivo é cada um contribuir com o seu melhor para a equipa e esperamos conseguir obter resultados bons como este aqui em Espinho.
O meu parceiro é como o Superboy, voa em barda, só lamento não ter podido ajudá-lo mais neste jogo. Tentámos manter o nível mas já estamos a pensar que amanhã vamos ter uma duríssima batalha em Gstaad [na Suíça, etapa de 5 esrelas do Circuito Mundial]".

 

E como é, para um jovem, jogar ao lado de uma lenda viva da modalidade?


Guto responde:
"É incrível, está a ser uma experiência única e estou a aproveitar ao máximo todos os segundos e minutos que passo com ele, a jogar ou não, e estou a aprender muito e a crescer como jogador".

 

 

O primeiro pódio para Thole e Wickler

 

A medalha de bronze foi para os alemães Thole e Wickler, que venceram (2-1: 17-21, 21-12 e 15-11) a dupla brasileira formada por Evandro Júnior, campeão mundial em 2017, e Vítor Felipe, vencedor em 2017 do Espinho Open de 2 estrelas.

 

Apesar de jovem (21 anos), Julius Thole disputou em Portugal o Espinho Open de 2 estrelas, tendo ficado no 5.º lugar, e o Mundial de Sub-19 (2014), tendo sido 9.º classificado.

 

No final, a dinâmica dupla germânica não escondeu o seu entusiasmo:
"É difícil traduzir em palavras as emoções que sentimos, pois é a nossa primeira medalha em competições internacionais e do Circuito Mundial.
Foi uma luta muito dura, depois de perdermos o primeiro set, mas vencemos e agora vamos dar um mergulho...
As últimas três semanas foram muito complicadas, sempre a disputarmos as fases de qualificação e muitas vezes com três sets por jogo, mas o nosso trabalho foi recompensado".

 

Entregaram as medalhas às duplas vencedoras: Pinto Moreira e Vicente Pinto, respectivamente Presidente e Vice-Presidente da Câmara Municipal de Espinho, Vicente Araújo, Presidente da Comissão de Voleibol de Praia da FIVB, Miguel Quintana, Supervisor da FIVB, Comandante Carlos Campos, Capitão do Porto do Douro, Teresa Siopa, Representante do ActivoBank, Arnaldo Rocha, Teodemiro Carvalho e Leonel Salgueiro, respectivamente Director, Secretário-Geral e Director Técnico Nacional

da FPV.

 

 

Em termos globais, esta é a 15.ª edição do Espinho de masculinos e a 10.ª de femininos. Um rol de competições que celebrizaram nomes como Emanuel Rego e Ricardo Santos, a dupla estrangeira predilecta do público espinhense.
Juntos, os brasileiros venceram três edições (2003, 2004 e 2007) e individualmente por cinco vezes (Emanuel e Ricardo) levaram o ouro.

 

 


 

domingo, 23 de setembro de 2018 – 04:51:41

Pesquisar

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...