14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

SL Benfica x AJF Bastardo na Final da Taça de Portugal

 


O SL Benfica venceu hoje a AA S. Mamede pela margem máxima (3-0: 25-13, 25-19 e 25-17) e vai defrontar na Final da taça de Portugal - masculinos a AJF Bastardo, que eliminou (3-1 (19-25, 25-23, 30-28 e 25-22) o Sporting CP na outra meia-final da Final 4, a realizar no Multiusos de Sines.

 

SL Benfica x AA S. Mamede, 3-0 (25-13, 25-19 e 25-17)

 

Um serviço agressivo e preciso e a supremacia nas acções junto à rede, sobretudo no bloco, cedo deram ao SL Benfica, detentor do troféu em disputa, vantagem (15-8) no primeiro set frente a uma jovem e voluntariosa, mas algo inexperiente, AA S. Mamede. Resultado: 25-13.

 

A equipa de Nuno Coelho entrou melhor no segundo set e, com dois blocos consecutivos de Francisco Santos/Marcus Borlini, criou uma pequena vantagem (6-3).


O Benfica reagiu e saltou para liderança, com um ataque de Raphael Oliveira a distanciar ainda mais os encarnados (14-12).


Bordini reduziu (18-17) e deu novo ânimo aos academistas, mas um bloco do central austríaco Peter Wohlfahrstatter afastou novamente a equipa oirentada pelo brasileiro Marcel Matz (21-17).


Sem cometer erros, o SL Benfica levou outra vez a água ao seu moinho: 25-19.

 

O terceiro set começou de forma equilibrada (5-5, 9-9). A AA S. Mamede procurava bater-se de igual para igual, nunca virando a cara à luta, embora o Benfica começasse, paulatinamente, a tornar evidente a sua natural superioridade (15-11).


Algo desconcentrados, os jogadores nortenhos falharam dois ataques, piorando ainda mais a sua posição (19-14).


Um bloco de Théo e um serviço directo de Flávio Soares (Zelão) confirmaram o triunfo e a presença na final: 25-17.

 

Marcel Matz, Treinador do SL Benfica:
"Tínhamos a responsabilidade de nos qualificar-nos para a final e cumprimos. Estávamos à espera de mais dificuldades, mas ainda deu para «mexer um pouco» na equipa e preparar melhor o jogo de amanhã.
Se estávamos à espera de defrontar o Sporting? Qualquer das quatro equipas tinha capacidade para disputar uma final, por isso não existe favorito".

 

Nuno Coelho, Treinador da AA S. Mamede:
"Achamos sempre que seria possível fazer melhor, mas as dificuldades eram acrescidas por estar do outro lado da rede uma equipa de um patamar mais elevado do que o nosso, um adversário que ainda por cima foi sério e competente e não nos deu hipóteses de fazermos melhor".

 

 

Periodicidade Diária

sexta-feira, 18 de outubro de 2019 – 19:36:51

Pesquisar

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...