13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Exposição Olímpica " Memórias e Vitórias de Portugal

 

 

No seguimento das iniciativas que o Comité Olímpico de Portugal está a promover , e depois do Abraço Olímpico realizado em Almada, teve lugar ,agora, a inauguração da Exposição Olímpica " Memórias e Vitórias de Portugal " na Galeria do 11 ,em Setúbal , este ano, Cidade Europeia do Desporto.

 

 

Cerca de 150 pessoas estiveram presentes,entre convidados e população , a que não faltaram diversos atletas de outras edições dos Jogos ,como , por exemplo , Rosa Mota ,Armando Aldegalega ,Edi Maia e Tiago Venâncio.

 

 

Presente também Pedro Pina ,vereador do Departamento de Cultura, Educação ,Desporto , Juventude e Inclusão Social ,da C.M. de Setúbal ,José Garcia ,Chefe de Missão aos Jogos Olímpicos Rio 2016 e Mário Quina ,Presidente da Associação dos Atletas Olímpicos de Portugal.

 

 

Destaco também a presença do Prof. Dr. Gentil Martins, ( separação das gémeas siamesas,alguém se lembra ? ) sempre afável e de uma rara simpatia, pessoa a quem já não contactava há milhentos anos.

 

 

 

Na exposição agora inaugurada é possível observar dezenas de fotos da época , camisolas envergadas pelos diversos atletas em várias competições , os" ténis" de Nelson Évora ,usados em Pequim, cartazes alusivos ao acontecimento e diversos objectos alusivos aos Jogos Olímpicos nas edições anteriores.

 

 

A exposição estará patente até ao final deste mês ( Maio ) de terça a sexta-feira entre as 11:00 e as 18:00 ,e aos sábados entre as 14:00 e as 18:00 na Galeria Municipal do 11 ,no antigo quartel do 11 ,na Avenida . Luísa Tódi em Setúbal.

 

 

Breves conversas com.........

 

Rosa Mota ..........

 

Uma primeira impressão sobre esta exposição ?

 

Quero dar os parabéns á Câmara Municipal por este espaço magnífico , com esta exposição Olímpica das várias gerações de atletas,acho que é muito importante para os nossos jovens virem cá , apreciarem , e estar mais por dentro do que foi a nossa realidade olímpica , quem foram os nossos campeões olímpicos ,os nossos atletas medalhados e agora visíveis nestas paredes. Em Portugal ,cada vez vêem-se mais provas de atletismo.

 

É um bom exemplo para os mais novos ,que agora começam a despontar para a vida ?

 

Sim, as pessoas estão mais preocupadas com a sua saúde e isso é muito importante ,e alem disso tem o exemplo no Aldegalega que além de ter sido um grande campeão ,é uma pessoa muito gira ,muita simpática e está aqui connosco (risos)

 

 

O que sentiu quando transportou a Chama Olímpica há poucos dias na Grécia ?

 

Foi uma honra para mim transportar o Facho Olímpico na cidade Maratona , onde tudo começou , e onde eu corri a primeira vez a maratona e que foi em 1982 , e também feliz porque foi a primeira maratona oficial para mulheres num campeonato europeu , e foi um momento muito importante ,muito emocional , e gostei muito de ali estar a representar Portugal

 

Se lhe perguntassem se era capaz de subir ,a correr , a Muralha da China , ia até ao fim ?

 

Não faço a mínima ideia ( risos ) Só conheço a Muralha da China por fotografias.

 

..........e Armando Aldegalega

 

 

Tenho reparado no seu interesse nesta exposição. Impressionou-o ?

 

Acho que está uma exposição bem elaborada ,com fotografias muito antigas ,várias passagens dos Olímpicos ,e está um trabalho bem apresentado e com um valor muito significativo, desde os primeiros Jogos Olímpicos até ao actual.

 

Já se reviu aqui nalguma fotografia ?

 

Sim , estão ali as minhas fotografias quando participei nos Jogos Olímpicos de Tóquio em 1964 e Munique 1972 ,com todos os atletas de Setúbal ,que são onze ,

 

Como descobriu o gosto pelo atletismo ?

 

Eu acho que foi espontâneo. Vivia em Setúbal no antigo Bairro Carmona que agora é Afonso Costa , e havia o Grupo Independente de Setúbal que estava a treinar para a Légua Nacional e eu estava a sair de casa, não estava equipado , e como os vi a passar pela minha rua fui atrás deles ,fiz o treino todo com eles e o treinador achou que tinha possibilidades e convidou-me , e eu aceitei..

 

O que sentiu quando participou nos Jogos Olímpicos ?

 

Ir aos Jogos Olímpicos é o máximo que um atleta pode aspirar ,e depois o que lá acontecer é por tabela, é tudo bom. Claro que ser Campeão Olímpico é tudo o que se pode querer,mas estar lá já é um orgulho e sempre desejado, viver na Aldeia Olímpica com atletas de todo o mundo, é sempre um sonho ,é maravilhoso.

 

É atleta do Sporting desde sempre. Nunca pensou trocar de "camisola "?

 

Não

 

Qual é a prova que gostava de fazer e ainda não conseguiu ?

 

Bem, eu uma vez pensei fazer os cem km.,mas achei que era preciso treinar muito , mas continuei a fazer maratonas que é distância máxima para todos os atletas fundistas. Se um dia conseguisse fazer a ultra era um feito que ficava para a história Sabe, na maratona ,ganhar é muito bom ,mas chegar ao fim já é uma vitória. Repare que na Maratona de Londres,de Nova Iorque , de Berlim ou Paris , os atletas que fazem seis ou sete horas ,é como chegassem ao fim e ganhassem , as pessoas abraçam-se.

 

Agora que se vêem muitas provas desportivas, e falo do atletismo , quer deixar alguma mensagem aos jovens que ainda não pensaram aderir ao desporto ?

 

Sim . Há tempo para tudo na vida. Para a família, para os estudos, para a brincadeira, etc. Ganhar uma ou duas horas por dia em preparação física e se depois tiverem aptidão e qualidades já é uma vitória . Há mais modalidades sem ser o atletismo, há lugares para todos na vida.

 

Texto e fotos: José Carlos Pinto

 

 


 

quarta-feira, 19 de setembro de 2018 – 03:35:05

Pesquisar

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...