Regata Mirpuri Foundation Sailing Trophy

 

Decorreu no fim de semana de 27 e 28 de Junho a primeira regata de vela após o confinamento devido ao Covid-19. A prova foi promovida pela Mirpuri Foundation com a organização do Clube Naval de Cascais e o apoio da Câmara Municipal de Cascais.

 

A prova juntou 56 veleiros de características diferentes numa regata costeira única.

 

Esta primeira edição contou com dois VOR65 na competição que marcaram a diferença em termos de tempos relativamente à restante frota.

 

No primeiro dia a regata largou de Cascais rumo a Sesimbra, sendo o primeiro veleiro a cruzar a linha de chegada o “Mirpuri Foundation - Racing For The Planet” com o tempo de 04h29:06. Já no domingo, no percurso inverso, a frota cruzou a linha de chegada logo em Cascais à  exceção dos dois VOR65 que após contornarem essa boia de chegada fizeram mais uma perna até à boia de espera e no regresso concluíram a sua prova.

 

Em termos de tempos o vencedor foi a equipa do skipper Yoann Richomme do  “Racing For The Planet”, obtendo o tempo de 05h45:46, seguido do Green Eyes, um veleiro “Wally 105” de Paulo Mirpuri com o skipper António Fontes aos seus comandos com o tempo de 06:18:50, ficando o terceiro lugar para o VOR65 da equipa austríaca “Sisi - The Austrian Ocean Race Project” do skipper Gerwin Jansen com 06:32:55.

 

Esta foi uma regata com quatro participantes da Volvo Ocean Race, o francês duplo campeão da mítica prova Charles Caudrelier e os portugueses Frederico Pinheiro de Melo e Bernardo Freitas a bordo do “Mirpuri Foundation - Racing For The Planet”, assim como António Fontes skipper do Green Eyes.

 

Os veleiros concorrentes enquadraram-se nas classes: ORC A, ORC B, Clássicos e NHC.

 

Esta regata teve o mote da sustentabilidade dos oceanos, a causa a que se dedica a Mirpuri Foundation, sem plástico, e também solidária, sendo que os custos de participação serão doados a programas de Conservação da Marinha.

 

Este evento contou com um fortíssimo cuidado médico, como estes tempos requerem, em que todas as pessoas antes de entrar no recinto foram sujeitas à medição de temperatura corporal assim como a realizar um teste ao COVID-19 de última geração. Houve acompanhamento médico em permanência no local, contou com muitos pontos de desinfeção de mãos e o uso de máscara foi obrigatório.

 

A entrega de prémios decorreu num ambiente festivo, com as equipas e diversas personalidades convidadas, que contaram com o apoio de hospedeiras para orientar os participantes de forma a que a movimentação pelo recinto fosse correta e a dar as orientações que fossem necessárias. A atribuição de prémios monetários foi superior a €30.000 com um prêmio máximo de € 16.000 para o primeiro lugar.

 

Tanto o início da cerimónia de entrega de prémios como a sua conclusão foram protagonizadas coreografias cheias de ritmo e cor. Em termos de ambiente houve animação de DJ’s e música ao vivo.

 

Com o sucesso desta primeira edição da Mirpuri Foundation Sailing Trophy fica já a esperança da segunda edição para o próximo ano, a unir as duas vilas piscatórias de Cascais e Sesimbra, com uma grande adesão de veleiros participantes.

 

Texto: Vera Brás
Fotos: Pedro MF Mestre

 

(veja os álbuns de fotos em Fotorreportagens)

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...