18 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

António Morgado segundo em etapa montanhosa

O português António Morgado foi hoje o segundo classificado na segunda etapa do Grande Prémio das Nações, ganha pelo britânico Lukas Neurkar, ao cabo de 152 quilómetros, Hatvan e Bükkszentkeresz, Hungria. O corredor da seleção portuguesa subiu ao terceiro lugar da geral, a 51 segundos do primeiro, Nikolaj Mengel.

 

A etapa de hoje, primeiro teste aos candidatos à geral, devido à montanha na fase final, foi animada por três fugitivos. Entre eles o português Afonso Eulálio, que deu um ar da sua graça, mantendo-se em cabeça de corrida quase até ao início da última montanha, depois de ter deixado para trás o cazaquistanês Nicolas Vinokurov e o suíço Elia Blum.

 

Depois de ontem ter permitido o sucesso a uma fuga, o pelotão hoje não esteve pelos ajustes e deu caça aos escapados, não permitindo a Afonso Eulálio sonhar com o triunfo, embora, com o seu esforço, tenha contribuído para desgastar as seleções que tiveram de assumir as despesas do trabalho no pelotão.

 

Na última subida, os italianos impuseram o ritmo, mas não conseguiram lucrar com a iniciativa. Lukas Nerurkar impôs-se na etapa. António Morgado foi o segundo e o austríaco Alexander Hajek fechou o pódio do dia. Todos, tal como o quarto classificado, o esloveno Gal Glivar, com 3h46m26s.

“Foi uma etapa dura. O Afonso Eulálio entrou na fuga do dia, o que colocou noutras equipas a responsabilidade pela perseguição nas subidas do meio da etapa. A última subida era em estrada estreita, com piso picado. O António Morgado chegou a estar adiantado, com outros corredores, mas foram alcançados na curta descida antes do topo onde estava a meta. Nesse topo, os mais fortes discutiram a etapa ao sprint”, descreve o selecionador nacional, José Poeira.

 

Graças à vantagem conseguida com a fuga de ontem e por hoje ter cedido apenas 41 segundos, o dinamarquês Nikolaj Mengel continua na frente da classificação geral. Lukas Nerurkar é segundo, a 47 segundos, e António Morgado está na posição imediata, a 51 segundos.

 

Gonçalo Tavares é 29.º, a 3m06s, Pedro Silva é 52.º, a 4m57s, Diogo Gonçalves é 67.º, a 7m59s, José Bicho é 69.º, a 8m46s, e Afonso Eulálio fecha as contas da Seleção Nacional no 110.º lugar, a 15m33s. Portugal está no oitavo lugar da classificação coletiva.

 

Depois de duas etapas na Hungria, o pelotão compete, nesta sexta-feira, na Eslováquia, país que acolhe a terceira etapa desta prova da Taça das Nações de Sub-23. Os corredores vão enfrentar uma ligação de 124,4 quilómetros, entre Levoca e Strbské Pleso. A chegada coincide com uma contagem de montanha, cerca de dez quilómetros de subida, terminando a 1347 metros de altitude.

 

Periodicidade Diária

domingo, 14 de abril de 2024 – 08:58:16

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...