18 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Marco Meneses bate recorde do mundo dos 200 costas no Funchal

Marco Meneses bateu hoje o recorde do mundo dos 200 costas (S11) de natação adaptada nas eliminatórias do Open de Portugal – Funchal 2023.
 
O nadador do Crasto terminou com 2.26,95 minutos melhorando o recorde do mundo de 2.28,24 na posse do checo David Kratochvil desde 9 de março em Lignano Sabbaiadoro, Itália.
 
Recorde-se que o nadador paralimpico bateu a 17 de março o recorde do mundo dos 50 costas no decorrer do WPS World Series Great Britain de 16 a 19 de março de 2023, Sheffield (Reino Unido). O nadador português (S11) venceu a final dos 50 costas com 31,47 segundos (1026 pontos) melhorando o anterior máximo mundial também na posse do checo David Kratochvil (31,58).
 
Marco Meneses: «Este recorde era o que mais gostava de bater. Em Itália tinha batido, mas o meu adversário fez melhor que eu por isso vim aqui para fazer melhor. Aqui no Funchal, foi um recorde bem difícil, mas com o apoio do publico também ajudou muito. Eu sinto muito o apoio do publico o que me dá mais força. A gora o objetivo é no Mundial tentar conquistar medalhas.»
 
O recorde obtido hoje no Funchal por Marco Meneses carece de confirmação por parte do WPS - World Para Swimming.
 
De destacar que Portugal, em pleno período de contribuição para abertura de quota - a participação nos Jogos Paralímpicos está sempre condicionada pela quota atribuída ao país - conta com quatro nadadores com mínimos para a competição máxima: Diogo Cancela, Ivo Rocha, Marco Menezes e Tomás Cordeiro.
 
Diogo Cancela e Tomás Cordeiro soma recordes no Funchal
 
Diogo Cancela e Tomás Cordeiro terminaram as suas participações no Open de Portugal com mais dois recordes nacionais nos 200 Livres.
 
Diogo Cancela, Louzan/Natação, concluiu em 2.11.84, recorde nacional S8 absoluto. Tomás Cordeiro, do CNCE, terminou em 2.07,38 minutos recorde nacional (S10) absoluto.
 
Diogo Cancela: «Estou satisfeito com a minha participação no Open de Portugal. Consegui em quatro provas obter cinco recordes nacionais, cinco recordes pessoais. O tempo dos 200 estilos é muito bom, fiz 2.26, tinha 2.27,04 do ano passado, 2.27,01 dá-me um primeiro lugar no ranking deste ano o que é muito bom. Com este tempo tinha ficado em primeiro lugar no Mundial. Estou contente. Agora é continuar a trabalhar. Para a semana vou a Haidovan e espero ter margem para melhorar mais um bocadinho. Foi pena no sábado as minhas provas principais nos 400, nos 100 mariposa e 200 estilos serem as três no mesmo dia, para a semana vou tentar nadar as três e dar o meu melhor. Preparar bem o mundial porque aí define a minha participação nos Jogos Paralímpicos. Quero estar na minha melhor forma e dar o melhor que posso para Portugal, para mim e o meu clube o Louzan/Efapel.»
 
Tomás Cordeiro: «Um balanço muito positivo neste Open de Portugal. Dois recordes nacionais. Estou muito forte nesta altura. Tivemos um estágio em Font Romeu. Nos 100 livres passeia a barreira do minuto estou muito contente por isso e muito perto de atingir o mínimo aos 100 costas para os Jogos Paralímpicos. Os 200 estilos também foram muito bons. Agora temos novos objetivos e vamos alcança-los. Temos o Mundial em agosto onde podemos fazer cotas para os jogos e vamos dar tudo. Estamos no bom caminho.»
 

Periodicidade Diária

sábado, 25 de maio de 2024 – 04:41:47

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...