18 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Leite soma e segue nas SBK

 
Líder e Campeão em título volta a brilhar no Circuito Estoril e assina sétima vitória da época, a quinta consecutiva.
 
Romeu Leite até nem começou o sábado da melhor forma ao ficar-se pela segunda posição da grelha, a sete décimos de segundo de Marco Diaz, após os Treinos Cronometrados. Mas a verdade é que o Campeão em título e líder claro da classificação das Superbike não deixou os créditos por mão alheias quando se tratou de ir para a pista para a corrida deste sábado, a primeira das duas propostas pelo Motor Clube do Estoril neste CNV Estoril 4.
 
É certo que o piloto da Yamaha R1 levou a cabo um início de corrida algo calmo, não saltando para a frente do pelotão ao apagar das luzes, optando antes por deixar as primeiras despesas das nove voltas competitivas para Vítor Barros, também ele aos comandos de uma R1. Contudo, três voltas volvidas ao Circuito Estoril o panorama era já outro, com Leite a saltar para a primeira posição para não mais a perder até final.
 
Enquanto isso, atrás dele desenrolou-se interessante duelo entre Barros e Ricardo Lopes. Barros, que tinha saltado do terceiro posto da grelha para a cabeça da prova no início, começou a rodar mais lento que os rivais logo na segunda volta e, uma vez batido por Leite, não tardou a ter Lopes na roda. De tal forma que ao cabo de mais três voltas o piloto RL58 Racing School, que partiu da nona posição da grelha depois de perder mais de quatro segundos nos Treinos Cronometrados, passou para o intermédio do pódio.
 
Lopes estava com um ritmo muito forte, e continuou a ganhar terreno ao líder Leite. Um recuperar de terreno que não foi o bastante para garantir a primeira vitória do ano, mas que ainda assim o deixou a apenas 0,232s da frente.
 
Entretanto, Vítor Barros ficava-se pelo mais baixo do pódio, a mais de seis segundos da frente e com outros cinco de margem sobre o quarto classificado Marco Diaz, que acabou por fazer uma prova de trás para frente.
 
Mesmo assim, o andamento de Diaz foi o bastante para garantir, in extremis, o triunfo entre os homens das Superstock 600. Uma vitória que, de facto, se concretizou por muito pouco, com Pedro Fragoso a ficar na segunda posição por apenas seis milésimos de segundo. Uma inversão de resultados entre os dois pilotos quando comparada com a tabela pontual da segunda categoria mais potente do CNV. Já o mais baixo do pódio foi para Vasco Esturrado.
 
Na quinta posição da geral, à frente de Esturrado e em quarto entre as SBK, terminou André Gonçalves que desta forma acabou por perder mais terreno para Leite no Campeonato.
 

Periodicidade Diária

sábado, 25 de maio de 2024 – 05:46:08

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...