18 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

O talentoso Alan Delabie filma em Portugal

Alan Delabie é um especialista em Artes Marciais muito conhecido, em cinema de ação e drama. Nascido nos anos 70, ele desenvolveu uma paixão pelo cinema ainda muito novo. Acompanhado pelo seu irmão, ele descobre os filmes de Bruce Lee. A sua paixão não se limita às Artes Marciais, ele também é fã de filmes de terror, assim como “Lobisomem Americano em  Londres”, “O uivo da fera”, “Scanners” e “Pesadelo em Elm Street”.

 

Os primeiros passos nas Artes Marcais passaram por Karaté Shotokan, Full Contact e Kickboxing. Nestes tempos de praticante venceu o Campeonato Europeu de Nunchaku e inicia demonstrações em canais de televisão franceses e belgas, tais como France 2 e France 3. A carreira de Alan direcionou-o para as audições e castings para papéis em TV, filmes e séries.

 

Alan Delabie agora percebe que o seu futuro está apontado para o Mercado Americano. Ele aventurou-se a entrar na industria de cinema americano, trabalhando com grandes estrelas de Hollywood, assim como com Eric Roberts, Louis e Costas Mandylor, Patrick Kilpatrick, Don “The Dragon” Wilson, Matthias Hues, Jeff Langton e Lee Arenberg da trilogia de “O Pirata das Caraíbas”.

 

Alan fez uma curta-metragem com Catriona MacColl, conhecida pelos seus papeis nos filmes de Lucio Fulci, intitulados “Dying for Love”, nos quais ela assume o papel de sua mãe na trilogia Borrowed Time.

Alan foi realizador de seis filmes e ainda uma quantidade considerável de curtas-metragens. Em Borrowed Time 1, ele trabalhou com Abdel Qissi (Attila em Lionheart) e Mohammed Qissi (Tong Po em Kickboxer), assim como outros muito conceituados actores como Silvio Simac (Transporter 3, Undisputed 2) e Afif Benbadra (Colombiana, 10,000 BC).

 

Alan tem obtido diversos prémios em festivais de cinema, assim como o Los Angeles Film Awards, o Los Angeles Actors Awards, e festivais em Instanbul, Tokio, Nova Iorque. Ele também foi premiado no festival de renome Action Martial Arts Magazine Gala na Atlantic City.

 

Sua persistência nos filmes de terror continua e em 2023, ele actuou como vampiro no The Last Nosferatu.

 

Para tal Alan recebeu o prémio de Best Actor.

 

Alan não é somente uma estrela no cinema, também é capa de revista das maiores publicações da área desde 2021 até ao momento, incluindo Éclair Magazine, Hollywood Weekly, e Dragonz. Ele mostra um alto nível de profissionalismo em qualquer papel que lhe seja atribuído. Para além de um talentoso e promissor artista, ele é criativo, determinado e apaixonado, fazendo de si uma “estrela brilhante” em cada filme em que ele esteja envolvido.

 

Alan também toma o papel de músico e de maestro da orquestra, dirigindo-a de ponta a ponta e dando o seu sentimento ao longo dos seus filmes.

 

Vamos falar com Alan para o conhecer melhor a si e à sua vida.

 

AMMA: Sabemos que está de chegada, por poucos dias, a Portugal para executar alguns projectos de filmagens aqui. Qual é a sua espectativa de filmar em Portugal? Conhece bem as regiões e paisagens onde vai filmar?

Alan Delabie: Eu estive em Lisboa no verão de 2023 e fiquei totalmente apaixonado por Portugal. Imediatamente imaginei cenas para um futuro filme aqui. Nós estamos a filmar algumas cenas em Lisboa e também no Algarve. Também vou filmar uma cena na Fusion Academy, que será mais uma sequência de treino para a minha personagem. Quero agradecer ao Ricardo (Fusion Academy), aos patrocinadores Gusto Nostro, e também Dietmar Goetz. Eu caí em Portugal como um golpe de magia.

AMMA: Já se pode saber o nome do seu novo filme para o qual vem gravar algumas cenas aqui?

AD: Atualmente estou a filmar a sequência de um thriller, "Shepherd Code". Estamos a manter a produção bastante discreta. A primeira parte já foi lançada em plataformas de streaming nos EUA, Australia, Canada, e no UK. Estará disponível também em DVD no final de Junho.

 

AMMA: Nestes filmes tem actores e praticantes de artes marciais Portugueses?

AD: Dietmar tem o papel de Diego, um personagem português bem interessante. Vamos destacar Lisboa no nosso filme. Tive a oportunidade de conhecer Dietmar Goetz através de uma entrevista para o seu meio de  comunicação social, Newsshow TV.

 

AMMA: Portugal tem duas típicas, nativas e antigas artes marciais: “Luta Galhofa” e “Jogo do Pau”. Que espectativa tem de vir a filmá-las em Portugal com actores e praticantes de artes marciais locais? O que é necessário para materializar este desafio?

AD: Eu não tenho trabalhado com praticantes de artes marciais locais. Haverá alguns extras na Fusion Academy lutadores, mas o filme não é propriamente de Artes Marciais.

Este é um filme de acção-drama, acção, a história de um ex-assassino que pega novamente em armas para salvar o seu chefe, interpretado pelo mundial de kickboxing Sr. Don “The Dragon” Wilson, estrela de cinema como "Bloodfist" e "Ring of Fire", etc.

AMMA: Quais foram os melhores praticantes de artes marciais que teve num casting? Jovens iniciantes, ou adultos com mais maturidade? Qual é a sua preferência?

AD: Há muitos praticantes de artes marciais com quem eu gostaria de trabalhar, como Michael Jai White, Scott Adkins entre outros, mas os meus filmes focam-se mais na atuação do que na ação. Enquanto houver ação, prefiro desenvolver personagens com intensidade. No meu novo filme, tenho Don “The Dragon” Wilson, que foi onze vezes campeão mundial de kickboxing, e Jeff Langton, que também é especialista em artes marciais e atuou em “Lionheart” com Van Damme. Haverá algumas surpresas, como Lee Arenberg, estrela da trilogia “Piratas das Caraíbas”, mas não posso revelar mais no momento. Gosto de dar seminários para crianças, compartilhando com elas a paixão e a determinação de lutar pelos seus sonhos. Também gosto de compartilhar minha experiência com adultos quando dou aulas de artes marciais. Manter o rumo me permitiu trabalhar com grandes estrelas de Hollywood como Eric Roberts, Louis e Costas Mandylor, bem como Lee Arenberg, mas principalmente Bob Wall, oponente de Bruce Lee. Que ele descanse em paz.

 

AMMA: Outra paixão que você tem…, gostaria de falar um pouco sobre o género de filmes de terror. Para si em primeiro lugar estão as produções com os filmes de artes marciais, e depois os filmes de terror? Tem alguma explicação, ou você apenas segue as regras do mercado.

AD: Eu considero-me um artista, um ator que adora interpretar diferentes papéis. Sendo fã de filmes de terror, foi uma progressão natural para mim, mas não foi impulsionado pelo mercado. Retratar Nosferatu foi um prazer intenso e estou a pensar noutra sequência. Desde criança devoro de filmes de ação e terror. A maquiagem foi realmente magnífica, graças a LH, Michael Morris assim como à ITN Distribution pela distribuição dos meus filmes.

 

AMMA: Desfaio-o em gravar um filme de terror em Portugal e apresentá-lo no FantasPorto. É o maior mais conceituado festival de cinema deste género. Mesmo sem ter um filme para concorrer, venha participar e conhecer o Festival.

AD: Por que não participar deste festival? Estou a escrever um roteiro de filme sobre lobisomens, mas sua produção exigirá um orçamento significativo. No entanto, participar neste festival em Portugal seria uma experiência maravilhosa.

 

AMMA: As últimas palavras para o nosso público, principalmente para a criançada que quer ser praticante de artes marciais para cinema. Que tipo de conselho lhes daria para eles definirem a carreira?

AD: O conselho que daria a um jovem é ouvir o seu coração e não prestar atenção à maldade gratuita. Estamos apenas de passagem por esta terra. Eu diria a eles para não desanimarem, para se exercitarem, para serem pacientes, para permanecerem positivos mesmo que algumas pessoas zombem ou sejam negativas. Todas as coisas boas levam tempo, nada vem fácil. Não se isole, não perca a esperança. Depois da chuva, há uma clareira e então o sol brilhará.

 

Texto: Vitor Gomes 

Fotos: (Cedidas por Alan Delabie)

 

Periodicidade Diária

segunda-feira, 15 de julho de 2024 – 15:42:47

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...