18 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Martim Patricio #22 com P2 nas duas corridas

 

Martim Patrício #22 Piloto do CNV MIR Moto5 com a sua MIR 250 regressou ao Circuito do Estoril para as duas últimas provas do Campeonato.

 

Com P2 nas duas corridas do fim-de-semana, o piloto já tem garantido o 2º lugar no Campeonato da Classe. Classe essa em que ele se vai despedir este ano. Na próxima época Martim Patrício irá experimentar uma mota nova do CNV SuperSport 300.

AMMA: Esta época estás a fechar com várias corridas em P2. O que te motiva para ir cada vez mais longe e ter ainda a hipótese de te despedires deste campeonato em 2º Lugar?

Martim Patrício:Estou bastante contente com os resultados que tenho obtido e cada vez estou mais motivado a terminar este campeonato em 2º lugar, Dou de tudo para o conseguir, cada vez que subo ao pódio é uma alegria imensa tanto para mim como para quem me apoia, tenho a minha mãe sempre que eu passo na recta da meta ela quase  saltar para a pista  a dar-me  todas as indicações, nós temos sinais com as mãos e os dedos foi uma coisa que sempre combinámos. Dá sempre resultado. Quero muito terminar o campeonato em 2º lugar na Moto5.

AMMA: Os objectivos traçados foram cumpridos, o P2 nas duas provas. Tinhas algo combinado com a mãe, caso conseguisses esta classificação. Queres falar disso?

MP: Sim eu e a minha mãe fazemos apostas, ela apostou comigo se eu fica-se em 2 lugar neste fim de semana que ela assinava o contrato com o club de futebol cascais. O futebol está a fazer-me bem porque no fundo estou a treinar o meu físico para preparação dos campeonatos de mota, eu quando terminei a prova já não me sentia cansado e já não tinha tantas dores nas pernas como as cãibras que me dava em Portimão derivado ao meu tamanho para a mota.     

 

AMMA: O que diz o Rúben da Mota? Está cada vez mais estável e afinada?

MP: O Rúben tem muita paciência para esta mota que por vezes dá muitos problemas tal como me deu este fim de semana. Mas ele rapidamente conseguiu resolver e entrei em pista nos treinos cronometrados. Mas como eu calculo é uma mota que ele nunca mais vai querer mexer em provas, é preciso ter muita paciência para ela.

 

AMMA: Este fim de semana não foram só bons momentos. O teu colega de equipa, Mário Simão #71, teve um aparatoso acidente ainda no início do dia de Sábado, ficando dorido e com danos consideráveis na mota. Isso passou para ti um misto de emoções, tanto na box como na pista. Quando estavas a correr pensavas de alguma forma vingar do azar que ele teve?

MPÉ verdade, o Mário teve uma queda muito grande nem quis acreditar quando vi a mota dele e ele, fiquei com muita pena dele porque vi ele a chorar. Eu também já passei pelo mesmo e sei bem o que isto é. Eu prometi a mim mesmo que iria honrar o meu 2º lugar de sábado ao Mário e assim foi. Eu sei que só acontece quem anda de mota, com a queda que ele deu e que vimos no vídeo temos que agradecer por ele estar cá, e não ter acontecido nada de grave. Gostava de o poder ajudar mas espero que as pessoas sejam humanas e tentem lhe dar a mão e voltar a ver o Mário a sorrir na pista.

 

AMMA: Que palavras tens para lhe transmitir, agora que já passaram alguns dias do evento?

MP: Mário tem muita força não estás sozinho. As quedas acontecem aos melhores. Tens vindo a melhorar de prova para prova e tu consegues és forte. Juntos somos mais fortes!

 

AMMA: Mesmo sem a época ter terminado, já sonhas com a tua futura mota de 300cc? Onde pensas chegar e como?

MP: Neste momento só penso em terminar a época em grande e dar o meu melhor. Estamos a estudar já a próxima época que ainda não está nada definido, mas se correr tudo bem e ter apoio suficiente sim irei fazer as SuperSport 300. Tudo a seu tempo.

AMMA: Queres revelar que mota sonhas adquirir para a nova classe?

MP: A mota que sonho em ter é uma Kawasaki 300. É das cores dela que eu gosto e também irei mudar de número. Este número 22# faz sentido porque é o dia que nasci, mas sempre disse que quando mudasse de categoria iria por outro número que não posso revelar neste momento.

 

AMMA: Conheces a quase totalidade de pilotos da classe nas boxes. Estás mentalmente preparado para competir com eles nas pistas?

MP: Estou Super preparado para a próxima prova e competir com os pilotos da minha categoria. Gosto bastante de ter outros pilotos de outras categorias também em pista e a correr comigo. Já os conhecia. É uma Adrenalina diferente.

 

AMMA: O que planeias fazer para a última prova do CNV daqui a um mês? Tens objectivos bem definidos?

MP: Sim tenho e quero manter o meu 2º lugar. É tudo imprevisível mas é isso que tenho em mente e só tenho que pensar e focar que vou conseguir. Eu fico chateado de tudo me corre mal mas tudo passa… Tive uma situação bastante desagradável este fim de semana. Quando ia para os treinos cronometrados e já estava pronto para sair da Box para a pista demos conta que algo se tinha passado com o meu depósito da gasolina. Então para minha segurança e dos outros pilotos acabei por não entrar.  Não classifiquei e arranquei por último da grelha de partida. Fiquei triste e sem reação porque não sabia o que poderia acontecer, mas conseguimos ter a solução e fui para a grelha e consegui a posição P2 na minha categoria. Se termino bem ou mal eu continuo na minha triste mas tranquilo porque dei o meu melhor.

AMMA: Mais uma vez a presença da família é muito importante para os pilotos nas provas. O que tens a dizer sobre isso? Entras na pista mais focado, motivado e concentrado quando tens familiares e amigos por perto? Também tens recebido na box patrocinadores e apoiantes teus. Como te sentes em ter, para além do seu apoio para poderes correr, como ainda mais o seu apoio no local durante as provas?

MP: Fico feliz quando alguém me vem ver e me dá força para conseguir. Este fim de semana tive a presença de uma amiga da minha mãe que ela é maluca por motas. A minha mãe convidou-a para ir até ao autódromo e ficou mega feliz por ter visto o nosso campeonato. Uma coisa que infelizmente as pessoas não dão valor ou então não é divulgado, mas agora com o directo pode ser que as coisas melhorem mais. Tive também a Cascais Jovem na minha box para fotos e vídeos. É muito importante termos os nossos apoios e família junto de nós.

 

AMMA: Algo de que nunca falámos... o que melhor tiras da experiência da pista no fim de uma corrida, tenha ela corrido bem ou mesmo que não a tenhas terminado? Também para um piloto, o que poderá ser mais desmotivador na sua carreira? Como geres estes dois sentimentos opostos?

MP: É complicado quando não conseguimos terminar uma corrida, mas pode acontecer.

Acho que varia de piloto para piloto como reagir. Eu por exemplo tiro os sentimentos todos cá para fora durante alguns minutos quando isso me acontece. A minha equipa já se apercebeu disso. Mas depois começo a refletir e fica tudo bem é só apenas o momento.

 

AMMA: Como estás quase a terminar esta competição, que motivação podes transmitir aos teus colegas que estão agora a iniciar e mesmo para aqueles que ainda estão a querer começar e ainda não se fizeram à pista?

MP: Que se divirtam muito e que nunca desistam daquilo que mais querem, que por vezes fica complicado. Muita sorte para quem se quer iniciar. Não é fácil, mas se fosse fácil não teria o mesmo gosto.

 

AMMA: O espaço habitual para os teus patrocinadores, apoios e para a tua "super-mãe"...

MP: Agradeço muito aos meus patrocinadores, aos meus apoios, a minha família, amigos e em especial a minha equipa que por mais difícil que seja estão sempre lá. A minha mãe que está super cansada mas não desiste. Ela tem lutado até ao fim para me ver bem e agora que estamos na recta final vamos por uma pausa e lutar para que a próxima época se realize.

Um grande abraço a todos vocês e caminhamos juntos até ao fim.

 

Equipa:

CRT Centaur Racing Team

 

Patrocínios / Apoios:

Cascais Jovem

Câmara Municipal de Cascais

União de Freguesias de Cascais e Estoril

Motor Clube do Estoril

Echo Rent

Take.it.e8g

AMMA Magazine

 

Periodicidade Diária

terça-feira, 5 de março de 2024 – 14:08:33

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...